Política Passos Coelho: Não há falta de ética de Maria Luís Albuquerque

Passos Coelho: Não há falta de ética de Maria Luís Albuquerque

O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, defendeu que não existe nenhum problema de incompatibilidade ou de ética na contratação da ex-ministra das Finanças Maria Luís Albuquerque pela Arrow, "uma empresa com prestígio em Londres".
Passos Coelho: Não há falta de ética de Maria Luís Albuquerque
Miguel Baltazar/Negócios
Lusa 04 de Março de 2016 às 20:31

"Acho que não devíamos criar casos onde não existe nenhum problema de incompatibilidade, nem nenhum problema de ética. A forma como a questão está a ser usada é para fazer chicana política e acho que devia haver limite para estas coisas", alegou.

 

No final de uma visita à empresa EuroRalex, no concelho de Carregal do Sal, Pedro Passos Coelho sublinhou que não é qualquer pessoa que recebe um convite para trabalhar numa empresa de prestígio em Londres.

 

"Julgo que ela pode sentir-se orgulhosa do seu valor ser reconhecido por uma empresa importante, que atua em mercados externo, e que, normalmente, só recruta gente com prestígio e valor", acrescentou.

 

Aos jornalistas, o líder do PSD destacou que Maria Luís Albuquerque "foi uma excelente ministra das Finanças e é uma pessoa com muito nível e categoria".

 

"Foi convidada para uma empresa que não atua directamente sequer em Portugal, não negoceia com bancos em Portugal. Há outras empresas que o fazem e o fizeram, mas a doutora Maria Luís Albuquerque não está a trabalhar com essas empresas: está a trabalhar com uma empresa cotada em Londres e não intervêm directamente no mercado português", evidenciou.

 

Passos Coelho lamentou a posição de quem tem vindo a terreiro apontar o dedo a Maria Luís Albuquerque, aconselhando-os a pensar duas vezes.

 

"Entristece-me muito que os que aparecem nestes casos a deitar pedras e a fazer acusações infundadas não pensem bem duas vezes na posição que eles próprios têm e já vimos de tudo: gente que já esteve em governos anteriores, governos regionais? Já vi gente muito ligeira a pronunciar-se sobre matérias sobre as quais elas próprias deviam pensar duas vezes se a posição não legal mas ética que assumiram não seria mais discutível", sustentou.

 

No seu entender, Maria Luís Albuquerque "não infringiu a lei" e "não há nada na aceitação do convite que lhe foi dirigido que infrinja a lei".

 

"Não há nada na lei que impeça esta matéria, não há do ponto de vista ético nada que se lhe possa apontar. As pessoas estão proibidas um dia, depois de sair do Governo, de poderem trabalhar?", questionou.

 

Passos Coelho frisou que se trata de "uma pessoa não só com muito prestigio e capacidade, como uma pessoa moralmente muito forte, à qual ninguém apontar qualquer problema de natureza ética ou moral".

 

"E essa circunstância permite-me dizer que ela está candidatável a qualquer lugar na política portuguesa ou num futuro governo português", concluiu.




A sua opinião10
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Desanimado 04.03.2016

Quando era pequeno havia um maluco lá no bairro que andava com um volante na mão e tinha a mania que era um automóvel imitando o ruído e correndo desalmadamente, era conhecido pelo maluco vitor popo. Passos Coelho faz-me lembrar esse maluco. Anda por aí ridiculamente a fazer figuras tristes com um séquito patético todo enfatiotadinho de pin na lapela em inaugurações e visitas sem sentido com a mania que é primeiro ministro. Por isso já sabem, se virem por aí alguém com ar de palerma a querer fazer alguma visita é o maluco passos pin que tem a mania que é primeiro ministro.

comentários mais recentes
Cospe no prato que comem 02.06.2016

PSD com meu voto não vão mais para o poleiro,seus mentirosos ,trapaceiros, desonestos e aldrabões sem vergonha.vou votar nos 62 % que vê-se que é um voto em gente séria e amiga de Portugal . Povo abre os olhos não te deixes enganar.

. 06.03.2016

.

JOSÉ CARVALHO, O TEU COMENTÁRIO FALA POR TI 06.03.2016

Caro José Carvalho, o teor do teu comentário diz tudo sobre o teu carácter.
Pelo andar da carruagem, deves ser daqueles, para quem vale tudo na vida para atingir os seus interesses, nem que tenhas de pisar e passar por cima dos outros.

TÃO BOM ÉS TU COMO ÉS TU, VÊ LÁ TU 06.03.2016

Como é que se poderia esperar de um can-alha que é comprovadamente um vígaro, um aldrabão e um mentiroso compulsivo, sem escrúpulos, que tem no seu activo, entre outras "graças", um roubo de dinheiros públicos, na TECNOFORMA, como se poderia esperar que condenasse a sordidez da sua ex-ministra ?

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub