Política Peña Nieto aponta Marcelo como um dos promotores da recuperação

Peña Nieto aponta Marcelo como um dos promotores da recuperação

O Presidente mexicano apontou esta segunda-feira o chefe de Estado português como "um dos principais promotores da recuperação económica de Portugal" e considerou que a sua visita de Estado ao México "dá um impulso renovado" às relações bilaterais.
Peña Nieto aponta Marcelo como um dos promotores da recuperação
Reuters
Lusa 17 de julho de 2017 às 22:02

Numa intervenção no Palácio Nacional, na Cidade do México, onde hoje recebeu Marcelo Rebelo de Sousa, Enrique Peña Nieto expressou "grande respeito e enorme afecto" pelo Presidente português, a quem se dirigiu como "grande amigo do México".

 

"Senhor Presidente, reconhecemos em si um dos principais promotores da recuperação económica de Portugal, depois a crise que o mundo viveu nos anos 2008, 2009", afirmou o chefe de Estado e de Governo do México, com Marcelo Rebelo de Sousa ao seu lado.

 

Peña Nieto considerou que esta visita de Marcelo Rebelo de Sousa "é particularmente significativa", por ser a primeira visita de Estado de um Presidente de Portugal ao México desde há 18 anos e "dá um impulso renovado" às relações entre os dois países.

 

"A sua visita representa um ponto culminante na relação que os nossos países desenvolveram nos últimos anos. Destaco a visita oficial ao México do então primeiro-ministro Pedro Passos [Coelho] em Outubro de 2013, assim como a memorável visita de Estado que realizei a Portugal em Junho de 2014", acrescentou.

 

Peña Nieto descreveu a sua reunião com o Presidente português como "muito produtiva" e disse que os dois países estão empenhados em "trabalhar conjuntamente para impulsionar as trocas comerciais" bilaterais ainda mais. "Concordámos que é um bom momento para aproveitar novas áreas de oportunidade", prosseguiu, referindo que "o México é já é o segundo parceiro de Portugal na América Latina".

 

O Presidente do México saudou a delegação empresarial que acompanha a visita de Marcelo Rebelo de Sousa, composta por cerca de 40 empresas, e destacou o investimento português no México nos últimos anos.

 

"O México converteu-se num dos destinos prioritários das empresas portuguesas na América Latina. Hoje, mais de 160 empresas portuguesas participam em sectores como o energético, o tecnológico ou a construção, assim como as indústrias aeroespacial e automóvel", realçou.

 

Segundo Peña Nieto, Portugal e México pretendem também "promover o turismo recíproco" e "fomentar a cooperação em ciência e tecnologia, assim como os intercâmbios educativos e culturais". "Dá-me muito gosto que no próximo ano Portugal seja país o convidado da Feira Internacional do Livro de Guadalajara, a maior da Ibero-América", mencionou.

 

No final da sua intervenção, Peña Nieto referiu que Marcelo Rebelo de Sousa nunca antes tinha visitado o México e convidou-o a "regressar num futuro próximo".




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub