Política Trump apoia agricultores afectados pela guerra comercial com 12 mil milhões

Trump apoia agricultores afectados pela guerra comercial com 12 mil milhões

O chefe da Casa Branca anunciou esta terça-feira uma ajuda no valor de 12 mil milhões de dólares aos agricultores norte-americanos que forem penalizados pela imposição de tarifas aduaneiras por parte da China e outros parceiros comerciais dos EUA.
Trump apoia agricultores afectados pela guerra comercial com 12 mil milhões
Carla Pedro 24 de julho de 2018 às 19:07

A Administração Trump anunciou hoje uma ajuda no valor de 12 mil milhões de dólares (10,2 mil milhões de euros) aos agricultores norte-americanos para os ajudar a protegerem-se das repercussões das tensões comerciais entre os EUA e China e outros parceiros comerciais, como a União Europeia.

A notícia de que Trump iria anunciar uma ajuda no valor de milhares de milhões de dólares tinha sido avançada à Reuters e ao Politico por fontes conhecedoras do processo. Ao The Washington Post, outras fontes da Casa Branca tinham já dito que esse apoio deveria ascender a 12 mil milhões de dólares - valor que foi agora confirmado com o anúncio oficial.

 

Os Estados norte-americanos mais rurais, que dependem grandemente da agricultura para as suas receitas, têm sido particularmente penalizados pelas disputas comerciais do presidente Donald Trump em relação à China, à União Europeia, aos parceiros do NAFTA (Canadá e México) e outros.

 

E a grande maioria dos eleitores desses Estados ajudou a que Trump vencesse as eleições presidenciais de Novembro de 2016. A China recorreu a esse facto, com uma animação protagonizada por um grão de soja, para recordar aos agricultores norte-americanos que irão ser fortemente atingidos pela escalada das tensões comerciais.

 

Pequim impos tarifas aduaneiras acrescidas à importação de vários produtos norte-americanos, em retaliação contra as medidas proteccionistas de Trump, e a soja e outros bens agrícolas estão na lista. E uma vez que esses produtos ficam mais caros para os importadores chineses, muitos estão a cancelar as suas encomendas feitas aos EUA e a procurar outros fornecedores.

Mas Trump já tratou de tentar acalmar os receios dos agricultores, usando o trunfo dos apoios financeiros.

 

Esta terça-feira, Trump usou a sua rede social preferida, o Twitter, para defender a sua política comercial. "As tarifas são um espectáculo! Qualquer país que tenha tratado injustamente os EUA a nível comercial tem de negociar um acordo justo, caso contrário levará com tarifas. É tão simples quanto isto – e toda a gente está a falar do assunto", escreveu na sua conta oficial.

Sonny Perdue, secretário do Departamento norte-americano da Agricultura (USDA), declarou que este pacote de apoio aos agricultores será financiado através da Commodity Credit Corporation do USDA, pelo que não necessitará da aprovação do Congresso.



(notícia actualizada às 20:32 com confirmação do apoio e respectivo valor)




pub