Política Vítor Gaspar acelerou pedido de demissão depois de lhe terem cuspido num supermercado

Vítor Gaspar acelerou pedido de demissão depois de lhe terem cuspido num supermercado

A história é contada hoje pelo i e passou-se há duas semanas. Ex-ministro teve que ser escoltado pela segurança do estabelecimento.
Vítor Gaspar acelerou pedido de demissão depois de lhe terem cuspido num supermercado
Negócios 03 de julho de 2013 às 09:13

Há duas semanas, Vítor Gaspar telefonou a Passos Coelho a exigir a saída rápida e irrevogável do Governo. O então ministro das Finanças tinha acabado de chegar a casa depois de uma atribulada visita a um supermercado. A história, contada pelo "i", que cita dois ex-membros do Governo, mostra bem que o governante já tinha chegado ao limite.

 

Gaspar, acompanhado pela mulher, resolveu deslocar-se sem segurança a um supermercado. Ainda que no início as compras tenham decorrido sem sobressaltos, o ministro foi reconhecido, na fila para as caixas, pelos clientes do supermercado, e a situação descontrolou-se. Entre comentários exaltados e insultos, a segurança do estabelecimento foi obrigada a intervir e a escoltar o ministro, sem conseguir evitar cuspidelas insultos e tentativas de agressão.

 

Vítor Gaspar apresentou oficialmente a demissão na segunda-feira, 1 de Julho. No dia seguinte, foi a vez de Paulo Portas.




A sua opinião332
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Ana Brites Há 2 semanas

A ignorância e falta de educação das pessoas é impressionante!

comentários mais recentes
Anónimo Há 1 semana

Na vida política era o ministro Vítor Gaspar...Na vida social, era o Vítor, um cidadão como nós... Fossem quais fossem as suas tomadas de posição, eu no seu lugar, e com atitudes destas já me teria demitido há 23 meses! Cada país tem o que merece!

Nevada Há 1 semana

O Centro comercial deve ser o das Amoreiras, pois não era o do bairro onde Habita ou o Lidl,. Deve ser muito complicado, um tipo estar numa bicha, a pagar pão e ver a sua frente, o ex- carregado de coisas boas ! Portanto não acusem,semelhantes atitudes, pois ele deu ou ajudou a dar cabo da vida de muitos chefes de família.

panki piter Há 1 semana

Porque será?

O Zé Há 1 semana

Também não concordo que tivessem cuspido no senhor, é uma flagrante falta de educação. Em vez disso talvez lhe devessem ter atirado com um paralelo da calçada às cabeça, era o minimo que este senhor merecia depois de ter destruído o país com os seus modelos económicos experimentais, a mando dos capangas do FMI e Europa

ver mais comentários
pub