Eleições Primeira derrota "acaba" com o político Menezes
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Primeira derrota "acaba" com o político Menezes

Luís Filipe Menezes poderá ter dito adeus à política naquela que foi a sua primeira vez na pele de derrotado numa disputa eleitoral. Não garante ficar vereador.
Primeira derrota "acaba" com o político Menezes
Rui Neves 30 de setembro de 2013 às 01:42

"Acabou para a política. Faz em Novembro 60 anos, vai entregar os papéis para a reforma!" Ao bater das 21 horas da noite eleitoral, um dos elementos mais próximos de Luís Filipe Menezes, confidenciava ao Negó

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais

A sua opinião44
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Manuel Vieira 30.09.2013

Não tenham pena !!! Encheu bem os bolsos durante estes anos ... Ele e o resto da familia ... Não tenham pena...

comentários mais recentes
vilacondense II 03.10.2013

Ainda bem! Já metia fastio mas os portuenses puseram-no no seu devido lugar - derrotado em totoda a linha.

Anónimo 01.10.2013

Reforma aos 60 anos... Não está mal

a 30.09.2013

vai bié e leva o imbecil e impertigado do teu filho que é outro mamão como tu. Vão os dois brincar para o Portugal dos pequeninos que a politica é para gente grande.

carmom 30.09.2013

Quem permitiu que ele se candidata-se,é tão culpado como ele.Bem sei que ele se antecipou,mas como deixaram outros candidatar-se como
independentes deviam ter feito o mesmo.Se fosse candidato independente
nem 10% teria.

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub