Saúde SNS tem mais 2.100 médicos do que há um ano

SNS tem mais 2.100 médicos do que há um ano

Ministro da Saúde, Paulo Macedo, revelou esta manhã que há hoje mais médicos no Serviço Nacional de Saúde (SNS) do que há um ano, bem como mais horas de enfermagem. Apesar das queixas de administradores hospitalares.
SNS tem mais 2.100 médicos do que há um ano
Miguel Baltazar/Negócios
Marlene Carriço 22 de janeiro de 2014 às 11:30

Na semana passada os presidentes dos conselho de administração dos Institutos Portugueses de Oncologia (IPO) queixaram-se da falta de profissionais. Hoje, Luísa Salgueiro, do Partido Socialista, lembrou estas declarações e o ministro Paulo Macedo refutou-as, revelando que o SNS tem mais horas médicas, mais horas de enfermagem e de outros técnicos de saúde do que há um ano atrás.

 

“Nós temos mais cerca de 2.100 médicos do que há um ano. Temos mais médicos e mais horas médicas. Depois temos em termos de enfermagem cerca de mais 30 mil horas de enfermagem do que tínhamos há um ano motivado pela entrada em vigor das 40 horas. Ou seja, à data de hoje felizmente o SNS tem mais horas de médicos, enfermeiros e técnicos de saúde para prestar mais cuidados aos utentes e com uma característica: com menos 3% de horas extra e menos prestações de serviço, cerca de 3% também”, detalhou o governante que está a ser ouvido em audição da Comissão de Saúde, a requerimento do PCP.

 

Paulo Macedo referiu ainda que este Governo está a apostar nas carreiras médicas. “Os concursos para assistentes graduados seniores estavam congelados desde 2005. Nós descongelámos 130 graduados seniores, para assegurar que há uma carreira. E este assunto é um pilar do SNS. Quando se defende o SNS é com estes dados concretos”, concluiu.

 

 




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 22.01.2014

Se o SNS tem mais médicos e horas de enfermagem, em princípio este serviço devia funcionar melhor,ou seja as pessoas que se dirigem às urgências, não deviam passar tanto tempo para serem atendidas!!!Eu penso que não há falta de médicos e aquilo que transparece para o exterior, principalmente pelas pessoas que usam este serviço é de que o problema é a gestão interna dos serviços e recursos humanos,para além dos médicos andarem descontentes com os salários que auferem e daí reflectir-se na qualidade do serviço que prestam
.Mal daqueles que precisam de ir a um hospital público!!!Como podia ser tudo tão diferente e para melhor e para isso bastava baixar a média de entrada nas faculdades de medicina e com isto havia mais gente a ganhar do que actualmente.Afinal quantos médicos temos que entraram com uma média muito inferior á exigida actualmente e será que estes são maus médicos???Não claro que não...

comentários mais recentes
Anónimo 23.01.2014

TEMOS UM SNS A DUAS VELOCIDADES...EXISTEM REGIÕES NO NOSSO PAÍS QUE DÃO UMA EXCELENTE RESPOSTA E NOUTRAS O OPOSTO...EXISTE CLARAMENTE UMA ENORME MARGEM DE MELHORIA QUE SÓ VAI ACONTECER SE EXISTIR UMA MUDANÇA DE ATITUDE POR PARTE DOS PROFISSIONAIS.

Anónimo 22.01.2014

Eu na semana passada infelizmente tive que ir 4 vezes à urgência de Hospital de Coimbra e fui muitissimo bem tratada e não esperei muito.
Portanto, só posso dizer bem e dar os parabéns a quem me viu e tratou.

Há pessoas que gostam de exagerar e acham que é chegar e ser logo visto. Há que analisar os casos. Ví pessoas na urgência que poderiam ter ido ao centro de saúde no dia seguinte e digo mais. Estavam a rir e a jogar jogos no telemóvel. Enfim....

ALMEIDA 22.01.2014

Não é verdade, isto é mais uma mentira.Diariamente os responsáveis de várias urgencias queixam-se da falta de Médicos e de Enfermeiros.Porque motivo de há cerca de dois anos para cá o tempo de espera nas urgências de vários hospitais triplicou ou até quadruplicou?Por favor não continuem a mentir.

Anónimo 22.01.2014

Se o SNS tem mais médicos e horas de enfermagem, em princípio este serviço devia funcionar melhor,ou seja as pessoas que se dirigem às urgências, não deviam passar tanto tempo para serem atendidas!!!Eu penso que não há falta de médicos e aquilo que transparece para o exterior, principalmente pelas pessoas que usam este serviço é de que o problema é a gestão interna dos serviços e recursos humanos,para além dos médicos andarem descontentes com os salários que auferem e daí reflectir-se na qualidade do serviço que prestam
.Mal daqueles que precisam de ir a um hospital público!!!Como podia ser tudo tão diferente e para melhor e para isso bastava baixar a média de entrada nas faculdades de medicina e com isto havia mais gente a ganhar do que actualmente.Afinal quantos médicos temos que entraram com uma média muito inferior á exigida actualmente e será que estes são maus médicos???Não claro que não...

Saber mais e Alertas
pub