Segurança Social Desempregados sem subsídio vão poder fazer "trabalho social" por 419 euros
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Desempregados sem subsídio vão poder fazer "trabalho social" por 419 euros

Desempregados há mais de um ano, que integrem família monoparental ou com cônjuges também sem trabalho vão passar a estar abrangidos por programas ocupacionais do IEFP.
Desempregados sem subsídio vão poder fazer "trabalho social" por 419 euros
Miguel Baltazar/Negócios

A partir do final deste mês, milhares de desempregados inscritos nos centros de emprego que não aufiram qualquer subsídio poderão passar a desempenhar "trabalho socialmente necessário", em troca de 419,22 euros por

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião43
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Rui Galinha 03.01.2014

Apesar de estar empregado aplaudo esta medida.
Não é justo existirem pessoas que não possam ter a oportunidade de trabalhar e receber pelo menos o mínimo para comer.
Hoje são eles amanhã posso ser eu a precisar!!!

comentários mais recentes
Angelo 27.11.2014

Bom negócio para o governo. Despedem funcionários, admitem estes a ganhar € 419,00 e ainda baixam a taxa de desemprego. Este governo, lá espertos tem, mas para fazer mal aos portugueses.

Pois É! 22.11.2014

Vem mesmo a calhar... agora já ninguém vai falar dos 'Vistos Gold'!!!

Carlos 22.11.2014

Mais um truque para andar a empatar os desgraçados sem emprego, resolvam o problema da economia portuguesa para que sejam gerados empregos reais, que com estas medidas só vão mesmo arranjar mão de obra barata para os amigalhaços e para suprimir postos de trabalho no mercado . VIGARISTAS estes desgovernantes.

M.G.A 15.01.2014

APESAR DE SER REFORMADA CONCORDO PLENAMENTE QUE OS DESEMPREGADOS POSSAM TER PELO MENOS DIREITO AO"PÃO NOSSO DE CADA DIA". A PROPÓSITO: JÁ VIRAM OS PREÇOS DO MENU DOS DEPUTADOS DA ASSEMBLEIA DA REPUBLICA QUE MAMAM TODOS HÁ NOSSA CUSTA????????? NAO DIGO MAIS NADA POIS VIVO REVOLTADA COM A CLIVAGEM DAS OPORTUNIDADES DE VIVER NESTE PAÍS!!!!!!

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub