Segurança Social Pensões após desemprego: parceiros pressionam Governo a alterar regras
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Pensões após desemprego: parceiros pressionam Governo a alterar regras

As reformas antecipadas após esgotado o subsídio de desemprego continuam a ser o principal meio de acesso à pensão antes da idade legal de reforma. A OCDE sugere que se acabe com elas, os parceiros sociais e os partidos à esquerda querem reduzir as penalizações. Entre a pressão externa e a interna, para já, o Governo não se compromete.
Pensões após desemprego: parceiros pressionam Governo a alterar regras

Os parceiros sociais e os parceiros políticos do Governo querem aproveitar a boleia da discussão sobre as reformas antecipadas voluntárias para mexerem também nas reformas antecipadas por via do subsídio de desemprego.

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 11.07.2017

este pais é tudo menos democrático ,todos deveria-mos ter os mesmos direitos , e os mesmos deveres ,tanto os trabalhadores do privado como o do publico. (exp. idade das reformas , bens médicos, dias de férias ect)

Anónimo 11.07.2017

os sindicatos e os partidos PCP e bloco de esquerda , deviam fazer pressão sobre o governo para alterar já ( já ) para os desempregados de longa duração,com 60 anos e 40 de descontos a taxa de sustentabilidade , foi para isso que votamos neles .

Anónimo 23.04.2017

Não se esqueçam dos que foram vitimas do anterior Governo com a aplicação do NOVO FATOR DE SUSTENTABILIDADE, por aplicação dos Decreto-Lei 167E/2013 e 378G/2013 em que PEDRO MOTA SOARES do CDS aumentou brutalmente as Pensões de Reforma para toda a vida. Acedam a estes Decretos-Lei pelo google

Um idoso 20.04.2017

Obriguem os idosos a trabalhar até aos 80 anos e expulsem os jovens para as economias dinâmicas da Europa e fora. Assim seremos um verdadeiro paraíso para os reformados britânicos, franceses e outros.
Estaremos assim a prestar um grande serviço aos portugueses.
Pátria amada.

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub