Segurança Social Pensões após desemprego: parceiros pressionam Governo a alterar regras
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Pensões após desemprego: parceiros pressionam Governo a alterar regras

As reformas antecipadas após esgotado o subsídio de desemprego continuam a ser o principal meio de acesso à pensão antes da idade legal de reforma. A OCDE sugere que se acabe com elas, os parceiros sociais e os partidos à esquerda querem reduzir as penalizações. Entre a pressão externa e a interna, para já, o Governo não se compromete.
Pensões após desemprego: parceiros pressionam Governo a alterar regras

Os parceiros sociais e os parceiros políticos do Governo querem aproveitar a boleia da discussão sobre as reformas antecipadas voluntárias para mexerem também nas reformas antecipadas por via do subsídio de desemprego.

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

este pais é tudo menos democrático ,todos deveria-mos ter os mesmos direitos , e os mesmos deveres ,tanto os trabalhadores do privado como o do publico. (exp. idade das reformas , bens médicos, dias de férias ect)

Anónimo Há 2 semanas

os sindicatos e os partidos PCP e bloco de esquerda , deviam fazer pressão sobre o governo para alterar já ( já ) para os desempregados de longa duração,com 60 anos e 40 de descontos a taxa de sustentabilidade , foi para isso que votamos neles .

Anónimo 23.04.2017

Não se esqueçam dos que foram vitimas do anterior Governo com a aplicação do NOVO FATOR DE SUSTENTABILIDADE, por aplicação dos Decreto-Lei 167E/2013 e 378G/2013 em que PEDRO MOTA SOARES do CDS aumentou brutalmente as Pensões de Reforma para toda a vida. Acedam a estes Decretos-Lei pelo google

Um idoso 20.04.2017

Obriguem os idosos a trabalhar até aos 80 anos e expulsem os jovens para as economias dinâmicas da Europa e fora. Assim seremos um verdadeiro paraíso para os reformados britânicos, franceses e outros.
Estaremos assim a prestar um grande serviço aos portugueses.
Pátria amada.

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub