Elevador Elevador 24 de Agosto de 2018
Celso Filipe 24 de agosto de 2018 às 00:01
Michael O’Leary
No mesmo dia em que conseguiu um acordo com os pilotos, a Ryanair volta a surpreender. Pela negativa. A companhia irlandesa, que já cobrava malas no porão, resolveu agora alargar a medida às malas de cabina transportadas pelos passageiros. A desculpa, pífia, é a de que a medida se destina a reduzir os atrasos nos voos. Na verdade, trata-se de uma forma clara de ganhar dinheiro. Até porque raramente alguém viaja sem bagagem. 
Werner Baumann
A vida está a correr mal à Bayer, que herdou também os problemas legais da Monsanto. A multinacional alemã já enfrenta 8 mil processos relacionados com o herbicida Roundup usado pela agroquímica norte-americana. Para já, foi condenada a pagar 290 milhões de dólares por não ter informado sobre a perigosidade deste produto, que terá estado na origem do cancro de um jardineiro. E mais estão para  vir, o que constitui um grave problema financeiro.