Automóvel Bosch de Braga contrata 260 para desenvolver carro do futuro

Bosch de Braga contrata 260 para desenvolver carro do futuro

Novo projecto de investigação e desenvolvimento em parceria com a Universidade do Minho arranca oficialmente na sexta-feira. Investimento de 55 milhões prevê o registo de 22 patentes até 2018.
Bosch de Braga contrata 260 para desenvolver carro do futuro
Miguel Baltazar
André Veríssimo 03 de março de 2016 às 16:07

A Bosch Car Multimedia de Braga arranca oficialmente na sexta-feira, 4 de Março, com a segunda fase do projecto de investigação e desenvolvimento em colaboração com a Universidade do Minho. Uma das vertentes do protocolo visa desenvolver soluções que vão marcar o futuro da condução automóvel.

 

O novo contrato prevê um investimento de 55 milhões até 2018, apoiado por fundos europeus, a contratação de mais de 90 engenheiros e 170 bolseiros de várias escolas da Universidade do Minho, e o registo de 22 patentes. A cerimónia oficial, na Universidade do Minho, contará com a presença do primeiro-ministro, António Costa, e do representante da Bosch em Portugal, Carlos Ribas (na foto).

 

A Bosch de Braga desenvolve e fabrica sistemas de informação, entretenimento e segurança para a indústria automóvel. É mesmo a principal unidade da empresa alemã na Europa a actuar nesta área.

 

O novo projecto de investigação visa criar soluções que vão moldar o futuro da mobilidade, que passam pelo desenvolvimento do interface homem-máquina, pela realidade aumentada e a condução autónoma.

 

Uma outra vertente do contrato, o "Ifactory", será dedicada ao desenvolvimento da fábrica inteligente, novas metodologias de concepção de dispositivos electrónicos e controlo de processos.

 

Além do protocolo com a Universidade do Minho, a Bosch de Aveiro, sede das soluções de água quente do grupo alemão a nível internacional, vai receber um segundo centro de investigação e desenvolvimento dedicado à casa inteligente, num investimento de 25 milhões de euros.

 

A primeira fase da parceria de I&D entre a Bosch e a Universidade do Minho contou com um investimento de 19 milhões de euros entre 2012 e 2015, e levou ao registo de 12 patentes.

 

A Bosch pretende contratar mais 1.000 colaboradores em Portugal até ao final de 2018, com a unidade de Braga a chegar aos 3.000 trabalhadores.


A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 03.03.2016

Bosch de Braga contrata 260 para desenvolver carro do futuro

tudo obra do passos coelho!

comentários mais recentes
Pago para ver Há 3 semanas

... Isto hoje é só notícias de x, y e z a investirem milhões em novos projectos em Portugal! Até ficaria contente se não estivesse habituado a estes anúncios quando do tempo do Pino e Lino. Espero para ver, e ficarei contenten APENAS quando os vir concretizados.

José Martins 04.03.2016

Esta sim é uma boa notícia. Mostra o caminho que Portugal deve seguir para criar emprego, criar riqueza, produzir bens que possam ser vendidos no exterior.
Interessa é que os Governos de Lisboa não sufoquem projectos como este com impostos que lhes retiram competitividade a nível internacional.

Anónimo 03.03.2016

Bosch de Braga contrata 260 para desenvolver carro do futuro

tudo obra do passos coelho!

pub
pub
pub
pub