Automóvel Os melhores clássicos de luxo vendidos por 368 milhões em Pebble Beach

Os melhores clássicos de luxo vendidos por 368 milhões em Pebble Beach

Veja as imagens de um espectáculo de metal como não existe outro.
David Paul Morris/Bloomberg David Paul Morris/Bloomberg David Paul Morris/Bloomberg David Paul Morris/Bloomberg David Paul Morris/Bloomberg David Paul Morris/Bloomberg David Paul Morris/Bloomberg David Paul Morris/Bloomberg David Paul Morris/Bloomberg David Paul Morris/Bloomberg David Paul Morris/Bloomberg David Paul Morris/Bloomberg David Paul Morris/Bloomberg David Paul Morris/Bloomberg David Paul Morris/Bloomberg David Paul Morris/Bloomberg David Paul Morris/Bloomberg David Paul Morris/Bloomberg David Paul Morris/Bloomberg
Bloomberg 28 de agosto de 2018 às 15:41

Mais de 20 mil pessoas participaram no Pebble Beach Concours d’Elegance, perto de Carmel, Califórnia, onde os coleccionadores e entusiastas do mundo automóvel se juntam para um espectáculo de metal.  

 

Com o oceano por detrás, veículos com várias décadas competem pela atenção do mundo automóvel. O "Concours" é o clímax de uma semana repleta de leilões de automóveis. Este ano, de acordo com a Hagerty, as vendas preliminares atingiram 368 milhões de dólares, um aumento de 12% face ao registado no ano passado.

 

A semana de leilões de Monterey foi dominada por dois recordes. Um Ferrari 250 GTO de 1963 foi vendido por 48,4 milhões de dólares (valor mais alto de sempre num leilão de um veículo clássico) na RM Sotheby’s e um Duesenberg SSJ Roadster de 1935 foi vendido por 22 milhões de dólares (automóvel dos EUA mais caro de sempre) na Gooding & Co.

 

No total, ao longo de três dias e seis leilões, foram vendidos 1.341 automóveis clássicos, com um preço médio de 95.200 dólares (mais 5 mil dólares do que no ano passado) e uma taxa de venda de 61% (contra 58% em 2017). Apesar do valor das vendas ter superado de forma significativa o montante do ano passado (estimado em 432 milhões de dólares), ficou abaixo do recorde alcançado em 2014: 428 milhões de dólares.

 

Além dos leilões, marcas como a Audi, Bugatti e Mercedes revelaram as suas visões do futuro com a apresentação de protótipos e "concept cars" nas festas VIP que decorreram dos dias anteriores ao evento.

 

No final, depois dos juízes terem terminado a avaliação do estilo, história e preservação de cada automóvel, o Alfa Romeo 8C 2900B Touring Berlinetta, de 1937, ganhou o primeiro lugar do Pebble Beach Concours d’Elegance.

 

Na fotogaleria em cima pode ver as melhores imagens do evento, que foram captadas pela Bloomberg.




pub