Automóvel Vendas de automóveis em Portugal aceleram em Julho. VW cai para oitavo

Vendas de automóveis em Portugal aceleram em Julho. VW cai para oitavo

O mercado automóvel português regressou a taxas de crescimento de dois dígitos, impulsionado pelos veículos de passageiros. A Volkswagen continua a perder terreno e cedeu para a Mercedes o lugar de marca alemã mais vendida em Portugal.
Nuno Carregueiro 01 de agosto de 2018 às 18:22

As vendas de automóveis ligeiros aumentaram 10,5% no mês de Julho, o que representa uma aceleração face ao registado no resto do ano, já que nos primeiros sete meses de 2018 o crescimento foi de 6%.

 

Em Julho foram matriculados 23.300 veículos automóveis, enquanto entre Janeiro e Julho foram colocados em circulação 179.735 novos veículos, anunciou a ACAP.

 

Este crescimento mais forte foi motivado pelos automóveis de passageiros, já que aumentaram 13,6%, enquanto as vendas de ligeiros de mercadorias caíram 1,8%. No acumulado do ano as vendas de ligeiros de passageiros sobem 6% e de mercadorias sobem 2,2%.

 

Quanto ao mercado de veículos pesados, caíram 25% para apenas 386 unidades desta categoria.

 

VW vende menos que Mercedes e Nissan

 

No que diz respeito às marcas mais vendidas, não há muitas alterações de posições nos lugares mais cimeiros, sendo que o principal destaque vai para a nova queda da Volkswagen.

 

A marca alemã, que no ano passado foi a terceira marca mais vendida em Portugal, caiu para o oitavo lugar. A marca comercializada pela SIVA em Portugal vendeu 9.352 automóveis nos primeiros sete meses deste ano, o que corresponde a uma quota de mercado de 5,29% (7,16% em 2017) e uma quebra de 21,6%.

 

Apesar de também ter sofrido uma queda nas vendas (-3,9%), a Mercedes surge à frente da VW em quinto lugar, tal como a Nissan (7.ª), que aumentou as vendas em 11,1%.

 

Com a queda da VW, a Mercedes assume o estatuto de marca alemã mais vendida em Portugal. A BMW caiu 4,7% e está em nono no ranking.

 

Quanto às quatro marcas mais vendidas em Portugal, os lugares continuam a ser ocupados pelas mesmas marcas (três delas francesas). Renault, Peugeot, Fiat e Citroen aumentam as vendas em mais de 10%.

 

No que diz respeito às marcas de luxo, foi vendido um Lamborghini em Julho, elevando o crescimento no acumulado do ano para 400% (5 unidades). A Ferrari cresceu 14,3% (16 unidades), a Porsche subiu 15,2% (152 unidades), a Maserati recuou 16,2% (31 unidades) e a Aston Martin desceu 66,7% (3 unidades).




pub