Automóvel Volkswagen rejeita hipótese de deslocalizar produção da Autoeuropa e confia em solução para conflito laboral

Volkswagen rejeita hipótese de deslocalizar produção da Autoeuropa e confia em solução para conflito laboral

O presidente executivo da marca Volkswagen (VW) espera uma solução em Outubro para o conflito laboral existente na fábrica da Autoeuropa e afasta a hipótese de transferir a produção do novo modelo T-Roc de Palmela.
Volkswagen rejeita hipótese de deslocalizar produção da Autoeuropa e confia em solução para conflito laboral
Bruno Simão
Lusa 13 de setembro de 2017 às 11:21
"Sim, definitivamente", respondeu Herbert Deiss à questão colocada num encontro com jornalistas portugueses sobre Outubro ser a data para chegar a uma solução entre trabalhadores e a administração da Autoeuropa em relação ao trabalho ao sábado para assegurar a produção do novo modelo da marca.

No salão automóvel de Frankfurt, na Alemanha, Herbert Deiss garantiu que o construtor "não está a considerar outras opções" para a produção do T-Roc, realçando que seria "muito dispendioso alterar o local de fabrico".

"Podemos vender tantos carros (T-ROC) quantos Portugal puder produzir", acrescentou o dirigente, notando os planos de descontinuar a produção de veículos menos atractivos.

No encontro com jornalistas em Frankfurt, promovida pela marca alemã, o CEO da VW recordou a conversa que já teve com o ministro da Economia, Caldeira Cabral, garantindo que "todas as partes têm muito interesse chegar a um acordo".



A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
eduardo santos 13.09.2017

Autoeuropa
Venho dizer aos operários que tenham o máximo cuidado com o futuro da empresa----O PCP pensa que a construtora é o seu quintal e tudo o que vos manda fazer nada mais é do que comprar os vossos votos para eles se manterem no poder.

Camaradaverao75 13.09.2017

Qualquer leigo sabe que a alma do negócio é o segredo, logo o COSTA deve nacionalizar a Autoeuropa já. Isto porque os Alemães não brincam.

Mr.Tuga 13.09.2017

Pois....
É como os politiqueiros de TRAMPA que dizem sempre que não vão aumentar impostos....

surpreso 13.09.2017

Imbecilidade!Se investiram 700 milhões,desapareciam?Perderam a confiança,graças ao assalto do PCP sobre os trabalhadores.É o futuro que está em causa,não o T-Roc

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub