Banca & Finanças Banco de Portugal reafirma: "A situação de solvabilidade do BES é sólida"

Banco de Portugal reafirma: "A situação de solvabilidade do BES é sólida"

O Banco de Portugal reafirmou ao Negócios esta quinta-feira a posição já assumida anteriormente em relação ao BES: "A situação de solvabilidade do BES é sólida".
Banco de Portugal reafirma: "A situação de solvabilidade do BES é sólida"
Negócios 10 de julho de 2014 às 17:50

"A situação de solvabilidade do BES é sólida, tendo sido significativamente reforçada com o recente aumento de capital", afirmou fonte oficial do Banco de Portugal questionado pelo Negócios.

 

"O Banco de Portugal tem vindo a adoptar um conjunto de acções de supervisão, traduzidas em determinações específicas dirigidas à ESFG e ao BES, para evitar riscos de contágio ao banco resultantes do ramo não-financeiro do GES", acrescentou a mesma fonte.

 

Estas declarações são semelhantes às proferidas a 3 de Julho, o primeiro dia em que o regulador se pronunciou sobre a situação do Grupo Espírito Santo (GES).

 

Os investidores aguardam que o BES emita informação relevante, depois da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) ter suspendido a negociação das acções e exigido informação adicional.

 

A suspensão das acções foi decretada por volta das 12h30, mas até ao momento não foi emitido qualquer comunicado. 

 

Uma das questões que mais tem provocado dúvidas junto dos investidores é a exposição do BES ao GES. "Lembramos que o BES tem uma exposição directa de 200 milhões de euros à Rioforte e de 823 milhões de euros ao Espírito Santo Financial Group", referiu Carlos Peixoto, analista do BPI numa nota de análise publicada esta quinta-feira, 10 de Julho. Além disso, o BES tem também uma exposição indirecta de 650 milhões de euros através de papel comercial vendido aos clientes de retalho e de 1,9 mil milhões de euros através dos clientes institucionais. 

 

(Notícia actualizada às 18h02 com mais informação)




A sua opinião63
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado RAPTOR 10.07.2014

Então porque vão estar as açõess do BES suspensas durante 10 dias ???

São 2 semanas sem se poder vender ou comprar BES.
Tudo isto é muito estranho.

comentários mais recentes
Ze do Vale 11.07.2014

Oh criatura se o BES tem uma situacao financeira solida entao qual a razao pra este chinfrim todo?
Qual e o motivo entao pra meteres o nariz nos assuntos de um banco privado?
Tera sido para poderes remover a administracao do Banco por motivos que nao teem nada a ver como a sua gestao?
Sera que tudo isto nao passa de uma golpada da direita ultraconservadora contra todos aqueles que nao alinham com eles,e armada com o fim dos teus mandantes do PPD/CDS ocuparem o BES com os testas de ferro do costume e em linha com a mesma estrategia com que assaltaram o poder e ocuparam o governo?

Aurélio Gomes 10.07.2014

Temos de acreditar, porque o homem disse tambem áTSF que punha os "tomates no cêpo" em como a situação estava sólida...

Anónimo 10.07.2014

Já muitos perceberam que estamos a falar do maior roubo da história de Portugal! É um buraco de tantos biliões de euros que me atrevo a dizer que isto vai ser uma autêntica bomba nuclear em Portugal com repercussões em todo o mundo.
E o senhor afirma que a situação de solvabilidade do BES é sólida!?
Estou para ver o que será dito daqui a umas 2 semanas.
Deus ajude os portugueses.

Jorge Sa 10.07.2014

sim senhor

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub