Banca & Finanças Bancos portugueses reduzem dependência do BCE para mínimos de oito anos

Bancos portugueses reduzem dependência do BCE para mínimos de oito anos

O financiamento dos bancos portugueses junto do BCE caiu 8% no último ano e atingiu o valor mais baixo desde Abril de 2010.
Bancos portugueses reduzem dependência do BCE para mínimos de oito anos
Reuters
Rita Faria 10 de abril de 2018 às 12:00

O financiamento dos bancos portugueses junto do Banco Central Europeu (BCE) desceu, em Março, pelo sétimo mês consecutivo, para o valor mais baixo em praticamente oito anos.

De acordo com os dados divulgados esta terça-feira, 10 de Abril, pelo Banco de Portugal, no mês passado os bancos nacionais tinham 21.961 milhões de euros de empréstimos junto da autoridade monetária do euro, o que compara com os 23.719 milhões de Março de 2017.

Assim, a dependência da liquidez do BCE caiu 8% no último ano, tendo atingindo o valor mais baixo desde Abril de 2010, altura em que a crise da dívida na Zona Euro já estava instalada e a desafiar a capacidade de financiamento dos países com maiores desequilíbrios.

De acordo com os dados do Banco de Portugal, a cedência de liquidez tem vindo a cair de forma consistente desde 2013, depois de ter atingido um pico de 60,5 mil milhões de euros em Junho de 2012, quando o país não tinha acesso ao financiamento nos mercados de dívida.

Há mais de três anos (desde Dezembro de 2014) que o montante mensal não ultrapassa os 30 mil milhões de euros. 




pub