Banca & Finanças Costa diz que ainda não há decisão sobre entrada da Santa Casa no Montepio

Costa diz que ainda não há decisão sobre entrada da Santa Casa no Montepio

No último debate quinzenal de 2017, o primeiro-ministro garantiu que a auditoria pedida pela Santa Casa às contas do Montepio e do accionista ainda não está concluída.
Costa diz que ainda não há decisão sobre entrada da Santa Casa no Montepio
Marta Moitinho Oliveira 20 de dezembro de 2017 às 16:51

O primeiro-ministro disse esta quarta-feira que ainda não há decisão sobre uma possível entrada da Santa Casa no capital do Montepio, nem mesmo a auditoria que foi pedida.

António Costa falava no último debate quinzenal de 2017 em resposta a questões colocadas pelo líder parlamentar do PSD, Hugo Soares.

"Até ao dia de hoje a auditoria continua a não estar concluída e nenhuma decisão está tomada", disse o chefe do Governo depois de ler passagens de um comunicado emitido ontem ao final do dia pelo ex-provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

Nesse comunicado, Pedro Santana Lopes, que saiu do cargo para se candidatar à liderança do PSD, afirmou que "tendo sido solicitada, pelo Governo e pelo Banco de Portugal, essa decisão, eu e a então mesa da Santa Casa entendemos, como é natural, que antes de mais, deveria ser efectuada uma auditoria à situação quer da Caixa Económica do Montepio, quer do seu accionista, Associação Mutualista".

"Até à data que cessei as funções de Provedor, esse estudo/auditoria, entregue a uma instituição financeira, ainda não tinha chegado, pelo que o processo não teve desenvolvimento", acrescentava. 
Esta foi uma das passagens do comunicado de Santana Lopes que António Costa leu no hemiciclo.


No comunicado, Santana explicou que "o tema foi de facto, suscitado e tratado em reuniões havidas com o Governo e com o Banco de Portugal. Da parte dessas entidades, a matéria foi tratada com a SCML com a devida correcção pessoal e institucional. As duas entidades assumiram ver com bons olhos essa possibilidade, tendo declarado sempre que respeitavam a esfera da autonomia da SCML".




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Que político mais sem vergonha, este oportunista 20.12.2017

Agora até o dinheiro do pobres o vigarista quer sugar.
É caso para dizer saiu a sorte grande ao Montepio, e a fava à Santa Casa.
Deixei de jogar para não sustentar mais parasitas xuxialistas...

Invicta 20.12.2017

E dito pelo Costa, acreditamos, claro.

Anónimo 20.12.2017

A SCML tem como missão ajudar os aleijadinhos e pobrezinhos, seja das galinheiras, seja da alta finança.....
os aleijadinhos da banca também merecem ajuda.....

Boris 20.12.2017

Mais um banco falido para os Costa - Carlos e Antonio. Um caso RARISSIMO. Como jã não hã pobreza nem desfavorecidos na cidade, a SCML pode ir ajudar os agiotas do MG que estouraram o banco em derivados e CDS's e papel comercial do BES e BANIF, isto comparado com umas gambas e um BMW!!!!!

Saber mais e Alertas
pub