Banca & Finanças Europa unida no combate ao malparado
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Europa unida no combate ao malparado

De Bruxelas a Frankfurt, passando por Portugal, a Europa criou uma frente unida contra o malparado. Tema deve ser abordado pelo comissário Moscovici e o governador do BdP esta terça-feira.
Europa unida no combate ao malparado
.
Maria João Gago 18 de julho de 2017 às 00:01

A elevada dimensão do crédito malparado na União Europeia, e o facto de estar a penalizar a rentabilidade dos bancos, levou à criação de uma frente unida de combate aos activos não produtivos. O problema

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 2 dias

A dívida pública anda a bater recordes. Mas o pior é que a banca de retalho subsidiada pelo Estado está mesmo à espera disso para aumentar a carteira de clientes e elevar o "produto bancário". A banca de retalho tradicional é a maior amiga do excedentarismo, da falta de transparência e demais fontes de despesismo. Não brinquem mais com o fogo que esta pandilha é perigosa e totalmente irresponsável.

Anónimo Há 2 dias

Não deve ser com excedentarismo sem qualquer procura real, sobrepagamento bem acima do preço de mercado, corrupção e demais despesismo que se chega a uma solução para o malparado ou as non-performing loans (NPL).

5640533 Há 2 dias

Pode ser que se evite novo mal parade, mas combater o já feito...

Água Pura Há 2 dias

Aqui já não temos esse problema ,os bancos já estão a dar lucros chorudos e até já nem querem saber de quem deve ,de tal modo que os devedores andam por aí a pavonearem-se em milhões e há quem diga que não são deles mas eles dizem que os cães ladram

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub