Banca & Finanças José Luís Arnaut nomeado para alto cargo no Goldman Sachs

José Luís Arnaut nomeado para alto cargo no Goldman Sachs

Arnaut será membro do conselho de administração do conselho consultivo internacional do Goldman Sachs.
José Luís Arnaut nomeado para alto cargo no Goldman Sachs
Miguel Baltazar/Negócios
Negócios 10 de janeiro de 2014 às 18:07

O Goldman Sachs anunciou esta sexta-feira, 10 de Janeiro, que José Luís Arnaut é o novo membro do conselho consultivo internacional do banco.

 

As funções do português passam por “fornecer conselhos estratégicos sobre uma série de negócios, regiões, políticas públicas e questões económicas, em particular sobre Portugal e os países africanos de língua portuguesa”, revela o comunicado emitido.

 

José Luís Arnaut vai integrar um grupo de 18 membros, que é presidido por Robert Zoellick, ex-presidente do Banco Mundial.

 

José Luís Arnaut “traz elevados conhecimentos e experiência” sobre Portugal, bem como a Europa, Médio Oriente e África. “É excelente” para o conselho consultivo internacional do Goldman Sachs a integração do português, refere Zoellick, citado em comunicado.

 

O “Expresso” adianta que Arnaut é o primeiro português a assumir este cargo no Goldman Sachs e que vai substituir Mario Monti, ex-primeiro-ministro italiano.

 

Sob a sua “alçada” ficará o mercado do sul da Europa, países do Médio-Oriente, a África francófona e ainda Angola e Moçambique, acrescenta o jornal.

 

O “Expresso” adianta que Arnaut já teve um papel no Goldman, na oferta pública de venda dos CTT, com o banco a ficar com 4,998% do capital.

 

O jornal diz ainda que nas negociações dos swaps com o Estado, a firma de Arnaut, CMS Rui Pena & Arnaut (RPA), representou os interesses de bancos como o Goldman Sachs e o JPMorgan.

 

Arnaut é advogado e já ocupou vários cargos políticos em Portugal. Foi ministro-adjunto do primeiro-ministro no Governo liderado por Durão Barroso, entre 2002 e 2004, e ministro das Cidades, Administração Local, Habitação e Desenvolvimento Regional no Executivo liderado por Santana Lopes, entre 2004 e 2005.

 

(Notícia actualizada às 18h24 com mais informação)




A sua opinião112
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado boy da goldman sachs 10.01.2014

NOJO!

comentários mais recentes
Maria Valentina Umer 19.01.2015

Os sunny boys portugueses vendem-se aos abutres Anglo-Saxónicos, enquanto Portugal está na pobreza. E Portugal pretende salvacao da UE para as suas falencias? Como tax-payer na Alemanha, nao aceito tal corupcao portuguesa. os Alemaes tambem nao.

Anónimo 12.01.2014

Tá tudo dito e explicado o convite. Não vejo motivo de orgulho pois sabemos os metodos desse Banco.

Anónimo 12.01.2014

O dito tem dobra e o banco aprecia este tipo de criatura

Anónimo 12.01.2014

Se calhar é para onde vai este anormal do Passos quando levar um pontapé no cú após eleições.

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub