15:34
CofinaEditor_25-07-2014_14_45_57helena0725.mp41.jpeg
O pedido de gestão controlada por parte do Espírito Santo Financial Group (ESFG) motivou a queda das acções do BES em bolsa. Helena Garrido, directora do Negócios, comenta à CMTV a situação do banco.
13:04
O Moza Banco, detido em 44% pelo BES, não está exposto à crise que abala o Grupo Espírito Santo (GES) e é uma instituição que vive uma situação sólida, informou, em comunicado, a instituição bancária moçambicana.
12:29
Bancos aumentam valor da avaliação de imóveis em Junho
Os bancos aumentaram o valor médio da avaliação dos imóveis em Junho quando comparado com o mês anterior, contudo, em termos homólogos, continua a verificar-se uma queda de 0,8%. Lisboa e Algarve continuam a ser as regiões onde o valor por metro quadrado é mais elevado.
09:11
RBS quase duplica resultados no primeiro semestre
O Royal Bank of Scotland quase que duplicou os seus resultados no primeiro semestre do ano. Os investidores estão a reflectir o entusiasmo nas acções, que sobem mais de 14%.
08:03
Lloyds confirma negociações com agências no âmbito do processo de investigação
O Lloyds confirmou que está em negociações com várias agências governamentais no âmbito das investigações de manipulação da taxa Libor. O banco, liderado por António Horta Osório adianta que deverá pagar coimas e que assim que tiver mais informação a comunicará.
07:42
Lucros do Caixabank caem 25% no primeiro semestre
O maior accionista do BPI fechou os primeiros seis meses do ano com um lucro 25,3% inferior ao verificado em igual período do ano passado.
00:01
Presente de 14 milhões de euros torna Ricardo Salgado suspeito de crimes
Dinheiro que Salgado recebeu via "offshore", como o presente de 14 milhões de José Guilherme, levaram à sua constituição como arguido. Antigo banqueiro é suspeito de burla, abuso de confiança, falsificação e lavagem de capitais.
00:01
Salgado violou orientações do Banco de Portugal
No final de 2013, o antigo presidente do BES recebeu indicações do supervisor para não aumentar exposição do banco ao GES. Orientações foram violadas. BdP já abriu processos de contra-ordenação ao banco e a antigos gestores.
00:01
Acções do BES mostram que ainda estão vulneráveis
Os títulos subiam mais de 10% na primeira hora, antes de ser conhecida a detenção do antigo presidente. A notícia foi suficiente para colocar a acção sob pressão e fechar com ganhos bem menores do que BCP e BPI.
00:01
BES "perde" mais 700 milhões com gestão controlada no ESFG
Com protecção de credores da "holding" do GES, banco deixa de poder contar com os 700 milhões do ESFG para pagar aos clientes de retalho. Será o próprio BES a garantir o reembolso, o que aumenta os seus prejuízos.
00:01
3.º- Ricardo Salgado
Presidente do BES, que liderou tabela na edição de 2010, é o português mais Poderoso de 2013.
Um ano e meio depois de ter sido ouvido como testemunha no âmbito do caso Monte Branco, Ricardo Salgado foi esta quinta-feira prestar declarações como arguido.
00:01
Banca já vendeu tantos depósitos complexos como no ano passado
A oferta de depósitos indexados, mas também duais, continuou a aumentar na primeira metade deste ano. Os bancos venderam até agora 132 destes depósitos, na sua maioria aplicações dependentes do comportamento das acções.
00:01
Os 11 dias que abalaram o GES
Desde que o governador do Banco de Portugal expulsou Salgado do BES há menos de duas semanas, três das "holdings" do grupo já pediram protecção de credores. O próprio banqueiro foi detido no âmbito do Monte Branco.
24 de Julho, 23:30
48.º - Carlos Alexandre 
Rosto do combate e investigação à criminalidade económica. "Inimigo" de muitos poderosos.
Chamam-lhe "superjuiz". E a razão é simples: nos últimos anos, os chamados crimes de "colarinho branco" que maior notoriedade pública registaram contam com intervenções do juiz Carlos Alexandre. É este o homem que, na quinta-feira, mandou deter e interrogou o antigo presidente do BES, no âmbito do processo conhecido por Monte Branco.
pub