Comércio ASAE apreende 191 quilos de carne em talhos e abre processo-crime

ASAE apreende 191 quilos de carne em talhos e abre processo-crime

A Autoridade para a Segurança Alimentar e Económica (ASAE) instaurou 31 contra-ordenações e um processo-crime por falsificação de alimentos numa operação de fiscalização a talhos em todo o país, tendo ainda apreendido 191 quilos de carne.
ASAE apreende 191 quilos de carne em talhos e abre processo-crime
Lusa 12 de agosto de 2017 às 12:43
"Como resultado das acções, foram fiscalizados 90 operadores económicos, tendo sido instaurados 31 processos de contra-ordenação e um processo-crime por géneros alimentícios falsificados", lê-se no comunicado da ASAE, hoje divulgado, sobre as acções de fiscalização que decorreram em todo o país ao longo do mês de Julho.

A polícia acrescenta ainda que "foram apreendidos cerca de 191 kg [quilos] de géneros alimentícios comercializados nestes estabelecimentos, tais como - enchidos, carne de bovino, produtos à base de carne e conservas" e "quatro instrumentos de pesagem, tudo num valor global aproximado de 3.000 euros".

De acordo com a autoridade, as contra-ordenações devem-se maioritariamente a infracções como o desrespeito das normas higiénicas e técnicas, falta de rastreabilidade de géneros alimentícios ou falta de rotulagem.

As acções de fiscalização tiveram por objectivo a "verificação dos requisitos legais específicos da actividade, bem como das condições de armazenamento e de conservação de produtos alimentares, de forma a garantir o cumprimento dos requisitos gerais e específicos em termos de Segurança Alimentar".




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 12.08.2017

Em 90 operadores 31 processos de contra-ordenação e muito... Passa dos 30% que não têm as coisas direitas!!!

Anónimo 12.08.2017

Se em em todo o mês de Julho, em 90 operadores, só encontraram 191 kg de produtos com riscos podemos considerar que os operadores estao a trabalhar bem e de forma segura para os consumidores. Ja agora 3000€ : 191 kg dá um preço medio de carne de mais de 15 € por kg, a carne está cara mas nem tanto

Anónimo 12.08.2017

Ainda há muito por fazer nesta área!!!

Anónimo 12.08.2017

Isso não e o pior... Grave grave e termos "vendedores de carne" transportarem em carros particulares carne para restaurantes e particulares sem qualquer tipo de controlo afirmando que estão a vender produto "caseirinho"... Ainda por cima recebem o rsi com 2 ou mais mansões e carros aos pontapés...