Comércio Dona da Pizza Hut na China rejeita oferta de compra de 17 mil milhões

Dona da Pizza Hut na China rejeita oferta de compra de 17 mil milhões

A Yum China controla marcas como a Pizza Hut, KFC e Taco Bell dentro das fronteiras do gigante asiático. E não está disposta a abdicar destes negócios por 17 mil milhões de dólares, avança a imprensa internacional.
Dona da Pizza Hut na China rejeita oferta de compra de 17 mil milhões
Negócios 29 de agosto de 2018 às 13:27

A Yum China, a empresa que detém marcas de fast-food como a Pizza Hut, Taco Bell e KFC no país asiático, recebeu uma proposta de compra de 17 mil milhões de dólares – e rejeitou-a, avança o Financial Times, de acordo com fontes próximas do processo. A oferta concedia um prémio de 30% sobre o valor das acções no fecho da sessão anterior.

 

O interesse veio de um consórcio liderado pela Hillhouse Capital, uma empresa de investimento sedeada em Hong-Kong. O fundo soberano China Investment Corp também figura na lista de compradores.

 

Na última sessão, as acções da Yum China chegaram a valorizar 11% para os 40,19 dólares, ainda assim abaixo dos 46 dólares em que o consórcio avaliou os títulos da empresa. No fecho, a subida foi de 3,57% para os 37,17 dólares. No acumular do ano, contudo, a empresa já perdeu 10%, depois de uma ascensão de 53% em 2017.

 

A Yum China separou-se da Yum Brands, que controla as mesmas marcas no resto do mundo, em 2016. A empresa tem mais de 8.100 estabelecimentos em mais de 1.200 cidades espalhadas pela China. Do lado dos propostos investidores destaca-se o nome de Zhang Lei, o fundador da Hillhouse Capital, que cresceu no mundo financeiro ao ter apostado numa fase inicial na chinesa Tencent.




pub