Comércio Valor Econômico: Sonae estuda compra do negócio da Wal-Mart no Brasil  

Valor Econômico: Sonae estuda compra do negócio da Wal-Mart no Brasil  

O jornal brasileiro diz que a Sonae está a estudar o regresso ao mercado de retalho brasileiro com a compra da actividade da gigante Wal-Mart no país.
Valor Econômico: Sonae estuda compra do negócio da Wal-Mart no Brasil   
Negócios 14 de fevereiro de 2018 às 08:41

Em 2005 a Sonae saiu do negócio do retalho brasileiro com a venda da operação aos norte-americanos da Wal-Mart. 13 anos depois poderá regressar ao Brasil com a compra da actividade da empresa a quem vendeu na altura.

 

A notícia é avançada esta quarta-feira, 14 de Fevereiro, pelo jornal brasileiro Valor Econômico, um dos mais influentes do país na área da economia, que cita fontes próximas da operação.

 

Segundo o jornal, a Sonae está a estudar a operação de compra, sendo que as negociações  envolvem a participação de fundos de "private equity", que  também podem entrar na operação através da injecção de parte do capital

 

A Wal-Mart, que é a maior retalhista do mundo, pretende reduzir a sua exposição ao mercado brasileiro, tendo como opções a venda de 100% do negócio ou a entrada de um parceiro no capital da Wal-Mart Brasil.

 

O Valor Econômico diz que a Wal-Mart não comenta o processo de venda da unidade no Brasil e que a Sonae não reagiu à informação do jornal. O Negócios contactou a Sonae, não tendo sido possível até agora obter uma reacção oficial.

 

A Sonae não estará sozinha na corrida a estes activos da Wal-Mart, um negócio que também está a atrair o interesse dos fundos de private equity Advent International, L. Catterton e Acon Investment.

 

A Sonae já está presente no Brasil, mas apenas no negócio dos centros comercias através da Sierra, Após ter vendido as 140 lojas em 2015  por 1,7 mil milhões de reais.

 

O jornal brasileiro destaca que as negociações decorrem depois da morte de Belmiro de Azevedo, que criticou a entrada da empresa no Brasil. Para o justificar cita uma frase de Belmiro quando anunciou a saída do Brasil: "Somos corredores de longo prazo e temos sido pacientes. Mas a paciência esgota-se".   

 




Saber mais e Alertas
pub