Desporto Jogadores do Sporting consideram rescisão por justa causa

Jogadores do Sporting consideram rescisão por justa causa

Jogadores e equipa técnica do Sporting ponderam rescisão por justa causa após adeptos de cara tapada terem invadido, esta terça-feira, a Academia de Alcochete.
Jogadores do Sporting consideram rescisão por justa causa
Lusa
Negócios 15 de maio de 2018 às 19:47
Jogadores e equipa técnica do Sporting ponderam rescisão por justa causa após adeptos de cara tapada terem invadido, esta terça-feira, a Academia de Alcochete.

A notícia foi avançada pela rádio TSF. As agressões que tiveram lugar esta tarde na Academia de Alcochete e que visaram alguns jogadores e elementos da equipa técnica podem fazer com que alguns atletas e equipa técnica ponderem avançar com a rescisão do contrato por justa causa, como é o caso de Bas Dost.

Entre os agredidos estão o treinador Jorge Jesus, o seu adjunto Raul José, Rui Patrício, William Carvalho, Acuña Misic

Cerca de 50 adeptos de cara tapada invadiram, esta terça-feira, a Academia de Alcochete onde se encontravam a equipa técnica e os jogadores leoninos para um treino.



pub