Mundial 2018 Adidas ganha à Nike no patrocínio de camisolas para o Mundial 2018

Adidas ganha à Nike no patrocínio de camisolas para o Mundial 2018

A Adidas vai patrocinar as camisolas de futebol de 12 das 32 equipas participantes no Mundial da Rússia 2018. Enquanto a Nike conseguiu 10 contractos de patrocínios com as selecções de futebol.
Adidas ganha à Nike no patrocínio de camisolas para o Mundial 2018
Bloomberg
Raquel Murgeira 30 de maio de 2018 às 16:47

O Campeonato Mundial de Futebol da FIFA, a ter início a 14 de Junho, ainda não começou e a Adidas está já em vantagem sobre a rival Nike. A marca alemã, que também é a patrocinadora oficial da competição, tem mais patrocínios de camisolas das equipas de futebol do que a Nike, segundo avança a Reuters.

Depois de a Nike ter sido a maior patrocinadora de camisolas das selecções no Mundial do Brasil, em 2014, a Adidas está este ano em vantagem. A marca alemã vai patrocinar 12 das 32 equipas participantes na competição, incluindo a selecção da Alemanha, da Espanha e da Rússia, a anfitriã do Mundial. Enquanto a Nike patrocina apenas 10 das equipas no torneio, como a selecção de Portugal, do Brasil, da França e de Inglaterra.

Já a marca Puma vai patrocinar apenas quatro equipas, comparativamente às oito na competição que se realizou em terras brasileiras, em 2014.

A Adidas espera um impacto financeiro limitado nesta competição, em parte porque o Mundial acontece na Rússia, onde a economia está em crise.

"O Campeonato do Mundo na Rússia tem menos oportunidades financeiras do que o evento semelhante há quatro anos no Brasil", disse o presidente-executivo da Adidas, Kasper Rorsted, citado na Reuters. "Ao mesmo tempo, estamos ansiosos por ele. Vai ser uma maneira fantástica de trazer a nossa marca para a vida global ", acrescentou Rorsted.

Desde o último torneio em 2014, a Adidas aumentou as vendas em outros sectores além do futebol, capitalizando a procura crescente por ténis de basquetebol ou sapatilhas de corrida, em especial no mercado americano. Apesar disso, a modalidade de futebol continua a ser importante para a imagem da marca alemã. 

A Adidas é quem fornece a bola da competição desde 1970 e tem um acordo para continuar a patrocinar o evento até 2030, adianta a agência noticiosa.

Relativamente às chuteiras a serem utilizadas durante o Mundial da Rússia, a Nike estima que 60% dos jogadores usem as suas sapatilhas. Cristiano Ronaldo vai usar chuteiras da Nike, enquanto Lionel Messi, da Adidas.




pub