Mundial 2018 França ganha Mundial após bater a Croácia

França ganha Mundial após bater a Croácia

Os gauleses venceram o Campeonato do Mundo de Futebol pela segunda vez na história, depois de baterem a Croácia por 4-2 na final disputada em Moscovo.
Reuters Reuters Reuters Reuters Reuters Reuters Reuters Reuters Reuters Reuters Reuters Reuters Reuters Reuters Reuters Reuters Reuters Reuters Reuters Reuters EPA EPA EPA EPA EPA EPA EPA Reuters Reuters
Negócios 15 de julho de 2018 às 17:55

A França conquistou hoje o título de campeã do mundo de futebol, depois da vitória por 4-2 frente à Croácia.

 

Os gauleses estiveram quase sempre na frente do marcado no Estádio Luzhniki, em Moscovo. Chegaram ao intervalo a vencer por 2-1 e na segunda parte dilataram a vantagem para 4-1, tendo a Croácia apenas conseguido reduzir.

 

Esta foi a 21.ª final do Mundial de futebol, marcada pelo segundo título dos franceses, que há dois anos perderam a final do Europeu para Portugal. O primeiro título mundial da França foi conquistado em casa, no mundial de 1998. Os gauleses tornam-se a sexta seleção a 'bisar' o título mundial, depois de Itália, Uruguai, Brasil, Alemanha e Argentina


A França chegou à final depois de vencer o seu grupo e afastar a Argentina (4-3), Uruguai (2-0) e Bélgica (1-0). A Croácia também venceu o seu grupo e ultrapassou dois prolongamentos com desempates por penáltis frente à Dinamarca (1-1ap e 3-2gp) e à Rússia (2-2ap e 4-3gp) e vitória no prolongamento frente à Inglaterra (2-1).

A final do Mundial não registava tantos golos desde 1966, há 52 anos, quando a anfitriã Inglaterra superou a RFA por 4-2, após prolongamento, sendo que o recorde, de 1958 (5-2 do Brasil à Suécia), ficou apenas a um tento. 

Croácia e Bélgica em destaque

Apesar da derrota na final, a Croácia sai da Rússia com razões para sorrir. Conseguiu a sua melhor prestação de sempre (a anterior tinha sido a meia-final do mundial de 1998, quando foi afastada precisamente pela França) e viu o médio Luka Modric conquistar a Bola de Ouro por ter sido eleito o melhor jogador do torneio.

 

Eden Hazard ficou com a Bola de Prata, dando mais relevo à boa prestação da Bélgica, que fechou em terceiro lugar na sua melhor prestação de sempre em mundiais. Os belgas foram a selecção com mais golos do torneio (16) e tiveram em Thibaut Courtois o melhor guarda-redes da prova.

 

A vitória dos belgas atirou os ingleses para o quarto lugar do mundial, que assim acabaram da pior maneira o mundial em que os jogadores de Southgate ainda fizeram os adeptos britânicos sonhar com o regresso do trofeu a Inglaterra, que só venceu o Mundial em 1966.






Saber mais e Alertas
pub