Banca & Finanças  DBRS lança dúvidas sobre plano de capitalização da CGD
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

DBRS lança dúvidas sobre plano de capitalização da CGD

A DBRS ameaça baixar o "rating" para um nível visto como "lixo" após a saída de António Domingues. E expressa dúvidas sobre a capacidade de o banco colocar dívida junto de privados.
 DBRS lança dúvidas sobre plano de capitalização da CGD
Cátia Barbosa/Negócios
Rui Barroso 30 de novembro de 2016 às 00:01

A percepção positiva que a DBRS tinha sobre o processo de recapitalização da Caixa desvaneceu-se. A agência canadiana alertou esta terça-feira que aumentaram os riscos do processo de recapitalizaçã

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 1 semana


OS FP / CGA SÃO TODOS LADRÕES

O défice orçamental do OE 2017, é de 3016 milhões de Euros...

e o buraco anual das pensões dos FP / CGA em 2017, é de 4600 milhões de Euros.

CONCLUSÃO: SÓ EXISTE DÉFICE EM 2017, DEVIDO AO BURACO DA CGA!

comentários mais recentes
Anónimo 11.10.2017

Trying To Find The Best Diet Pill?

Trying to find the best diet pill may seem like an impossible task, especially with the multitude of diet pills available for purchase. Many people purchase a diet pill only to find out that the pill makes them feel jittery, nervous, or often has no effect at

JCG Há 1 semana

Bom, parece-me que a CGD não precisa dos mil milhões de capital a ir buscar ao mercado, os quais serão mais ou menos gastos a olear bem as mãos e os bolsos dos tais 2500 trabalhadores a mandar precocemente para casa. Como?

Dado que a CGD gastou em média, em 2015, cerca de mais 20 mil euros por trabalhador que o BCP (se a CGD tivesse gasto em média com os seus trabalhadores - 8,4 mil em Portugal - tanto como o BCP, teria poupado uns 167 milhões de euros), então a CGD que peça o estatuto de empresa em reestruturação para, em vez de mandar trabalhadores para casa bem oleados (gastanto os tais mil milhões), antes reduzir os salários a todos em 30% (e mesmo assim ainda ficam a ganhar mais ou menos tanto como no BCP), reduzindo igualmente as horas de trabalho na mesma proporção, ou seja, passando a 3,5 dias de trabalho por semana ou 4 dias numas e 3 dias noutras.
E tomei como referência o BCP, se fosse o Santander Totta.. em 2015, custo médio por trabalhador: 42,9 mil; no BCP: 70,3 mil


Anónimo Há 1 semana


Um governo de ladrões

PS - PCP - BE - e seus apoiantes - ESTRAGAM A VIDA A 9 MILHÕES DE PORTUGUESES

Para dar mais dinheiro e privilégios a 1 milhão de FP / CGA.


Anónimo Há 1 semana


PS - PCP - BE - FP - CGA - e seus apoiantes - ROUBAM OS TRABALHADORES E PENSIONISTAS DO PRIVADO


NOVAS PENSÕES MÍNIMAS SERÃO SUJEITAS A PROVA DE RENDIMENTO...

para se gastar mais dinheiro com os subsídios às pensões douradas da CGA.


As pensões da CGA são SUBSIDIADAS em 500€, 1000€, 1500€ e mais, POR MÊS.

Estas pensões sim, devem ser sujeitas a condição de recursos.

E não as mínimas.


ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub