Desporto 20 maiores transferências do Verão ultrapassam os mil milhões de euros

20 maiores transferências do Verão ultrapassam os mil milhões de euros

Com a janela de transferências na generalidade dos principais campeonatos europeus já encerrada, verifica-se que os 20 negócios mais avultados ultrapassaram os mil milhões de euros. Inglaterra continua a dominar mas o PSG e o Barça foram os clubes que concretizaram as maiores transferências.
Reuters Reuters Reuters Reuters Reuters Reuters Reuters Reuters Reuters Reuters CARL RECINE ANDREW YATES CARL RECINE HANNAH MCKAY EDDIE KEOGH reuters HANNAH MCKAY ANDREW YATES ALBERT GEA GONZALO FUENTES
David Santiago 01 de setembro de 2017 às 01:09

O último dia do mercado de transferências acabou por ser bastante tranquilo, a contrastar com o que aconteceu nas últimas semanas. A inflação generalizada verificada no mundo do futebol fez com que as 20 maiores e mais relevantes transferências de futebolistas tenham mobilizado mais de mil milhões de euros.

 

Contrariamente ao verificado em anos mais recentes, em que foi o poderio económico de clubes russos, americanos e, mais recentemente, chineses, a contribuir decisivamente para o inflacionar dos passes de jogadores de futebol, desta vez foi nos principais clubes e campeonatos que se verificaram as operações mais avultadas.

 

Ao todo, as 20 transferências mais significativas operadas neste Verão ascenderam a um total de 1.184,1 milhões de euros. O principal "culpado" foi o brasileiro Neymar que abandonou o Barcelona para se juntar ao multimilionário Paris Saint-Germain por inesperados 222 milhões de euros.

 

Para suprir a perda do craque brasileiro, o Barça abriu os cordões à bolsa e investiu 105 milhões de euros no jovem Dembélé, oriundo do Borussia Dortmund.  

 

As seguintes oito maiores transferências foram todas realizadas por equipas inglesas o que, uma vez mais, vem confirmar o poderio financeiro dos clubes da Premier League. O clube inglês mais gastador – simultaneamente também a equipa europeia mais gastadora – foi o Manchester City que investiu 244,3 milhões de euros.

 

Na lista dos clubes europeus que mais dinheiro gastaram, segue-se uma equipa francesa e outra italiana. O PSG gastou 238 milhões de euros e o AC Milan investiu de 194,5 milhões de euros. Em quarto surge o Barcelona (192,5 milhões de euros) e em quinto o Manchester United (164,4 milhões de euros).

Nestes cálclulos (com base nos valores reportados pelo site Transfermarkt) não estão incluindos os empréstimos de jogadores, como é o caso de Kylian Mbappé. O jovem francês trocou o Mónaco pelo PSG, tendo o clube da capital uma opção de compra obrigatória no valor de 180 milhões de euros.

Este top 20 ainda pode sofrer mexidas, uma vez que o mercado espanhol só fecha esta sexta-feira e são várias as notícias que dão conta do interesse do Barcelona em jogadores de topo, como é o caso de Coutinho do Liverpool.

Na fotogaleira em cima veja os valores das 20 transferências mais caras desta época.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
Saber mais e Alertas
pub