Desporto 2016: O pontapé de Eder fez de Portugal campeão europeu

2016: O pontapé de Eder fez de Portugal campeão europeu

Na segunda final numa grande competição, Portugal não deixou fugir o título de campeão, graças a um golo de Eder.
2016: O pontapé de Eder fez de Portugal campeão europeu
Em 2016, Portugal tornou-se campeão europeu de futebol.
Bruno Colaço
Bruno Simões 31 de maio de 2017 às 14:00
Quando saiu a convocatória para o Euro 2016, houve muitos sobrolhos franzidos. O ponta-de-lança Éder, então a jogar no Swansea City, era visto como sendo pouco hábil com a bola, pelo que muita gente não compreendia que tivesse lugar na competição. Mas essa escolha haveria de fazer todo o sentido a 10 de Julho do ano passado.

Nesse dia, e já na segunda parte do prolongamento do jogo da final da competição com a França, Éder recebeu uma bola de João Moutinho, progrediu para o centro do terreno e disparou para o fundo das redes.

O percurso de Portugal no Euro 2016 foi incomum. A selecção orientada por Fernando Santos só conseguiu ganhar um jogo no tempo regulamentar - em todos os outros somou empates, um deles apenas resolvido através de penaltis. Ainda assim, após os primeiros dois jogos, o técnico mostrava fé. "Só vou dia 11 [de Julho] para Portugal e vou ser recebido em festa", profetizou a 19 de Junho.

No jogo da final, Cristiano Ronaldo saiu lesionado nos primeiros minutos da partida. A selecção conseguiu aguentar o 0-0 até final do tempo regulamentar e, no prolongamento, Éder fez o golo que deu a Portugal o seu primeiro título europeu de futebol.

Fernando Santos cumpriu a promessa e apenas regressou a Portugal a 11 de Julho. O avião que trazia a selecção foi recebido com jactos de água no aeroporto e os jogadores, treinadores e dirigentes passearam a taça pela cidade num autocarro descapotável, perante a euforia popular.

A vitória na competição, amplamente celebrada em todo o país, terá gerado um impacto de 609 milhões de euros na economia nacional, de acordo com um estudo do Instituto Português de Administração de Marketing (IPAM) divulgado ainda antes do início do Euro. No final do ano, a economia cresceu 1,4%, acima das expectativas do próprio Governo - muito graças a um último trimestre particularmente forte.

Portugal vai participar pela primeira vez na Taça das Confederações, em Junho, precisamente por ser campeão europeu em título.





A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub