Start-ups 50 mil alunos do 1º e 2º ciclo podem aprender a programar de forma gratuita

50 mil alunos do 1º e 2º ciclo podem aprender a programar de forma gratuita

O projecto Academia de Código Júnior vai permitir que até 50 mil alunos do 1º e do 2º ciclo aprendem a programar. Escolas interessadas não podem estar localizadas em Lisboa, Faro, Madeira e Açores.
50 mil alunos do 1º e 2º ciclo podem aprender a programar de forma gratuita
Reuters
Negócios 28 de agosto de 2017 às 12:56

A Academia de Código, uma start-up portuguesa que tem programas para ensinar programação informática a desempregados, lançou um novo projecto com o apoio da Direcção-Geral da Educação: o Academia de Código Júnior. No âmbito deste projecto, de acordo com o comunicado enviado às redacções, 50 mil crianças do 1º e 2º ciclo podem aprender a programar de forma gratuita.

"As escolas interessadas no projecto devem inscrever-se até 8 de Setembro. O projecto Academia de Código_Júnior está disponível para todo o território nacional, à excepção de Lisboa, Faro e dos Arquipélagos da Madeira e dos Açores, por não se enquadrarem no financiamento do projecto. Nestas zonas, a inscrição é feita directamente com a Academia de Código, sendo que os custos não serão cobertos por este projecto", pode ler-se no comunicado.

As escolas que queiram dar aulas de programação têm de ter computadores com acesso à internet. E os "professores terão formação online acreditada de 25 horas, para estarem preparados para acompanhar os estudantes neste desafio que os levará a tratar o código por tu".

As inscrições podem ser feitas aqui.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub