Tecnologias A febre do Super Mario Run já passou?

A febre do Super Mario Run já passou?

No dia 15 de Dezembro a Nintendo lançou a versão do popular jogo para iPhone. Duas semanas depois, o Super Mario deixou de ser a aplicação mais lucrativa.
A febre do Super Mario Run já passou?
Reuters
Negócios 26 de dezembro de 2016 às 10:35

A febre em torno do lançamento do Super Mario Run para iPhone parece ter passado. O jogo da Nintendo, lançado a 15 de Dezembro para o sistema operativo iOS, já não é a aplicação mais rentável em nenhum dos 150 países em que foi lançado.

De acordo com o "research" App Annie, citado pelo Bloomberg, no dia 24 de Dezembro o Super Mario já não estava no top de nenhum dos mercados em que foi lançado, quando na semana anterior tinha o título da App mais lucrativo em 49 países.

No entanto, em termos de downloads gratuitos continuava em primeiro lugar em 88 mercados. No dia 17 de Dezembro, dois dias depois do lançamento, era líder em 138 mercados.

A desaceleração é explicada pelo preço: o download do jogo Super Mario Run é gratuito, mas para avançar a partir do nível três os jogadores têm de pagar 10 dólares. Um valor que é considerado alto pelos fãs do jogo e que não segue os padrões da indústria. Os utilizadores estão habituados a pagar apenas para comprar itens para acelerar a passagem de nível.

Segundo a consultora Apptopia apenas 1 a 2% dos fãs que descarregam a aplicação pensam comprar o jogo completo. Caso o preço baixasse para 2 dólares, a percentagem aumentaria para 3 a 4%.

De acordo com as estimativas do mesmo "research", caso o preço baixasse as receitas iriam atingir cerca de 50 milhões de dólares este mês face aos 30 milhões de dólares esperados com o actual preço.

Apesar do jogo ter caído nos rankings das aplicações mais descarregadas, as acções da Nintendo subiram esta segunda-feira, depois de terem desvalorizado 20% nas duas últimas semanas. O regresso da subida dos títulos é explicado pelo facto dos investidores já terem digerido a maioria das notícias negativas sobre a desaceleração do sucesso do lançamento do jogo para iPhone.

A Nintendo espera lançar a versão do jogo para Android no próximo ano.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub