Banca & Finanças A misteriosa subida da Eonia que ninguém consegue explicar  

A misteriosa subida da Eonia que ninguém consegue explicar  

Pelo segundo dia consecutivo, disparou a taxa diária que mede os juros que os bancos cobram nos empréstimos entre si, apesar de não ser evidente qualquer sinal de stress no mercado interbancário.
A misteriosa subida da Eonia que ninguém consegue explicar  
Bruno Simão
Bloomberg 01 de dezembro de 2017 às 15:08

A segunda subida acentuada na taxa diária que mede os juros que os bancos da Zona Euro cobram nos empréstimos entre si gerou uma onda de especulação entre os traders sobre o que motivou este movimento, apesar de não existirem quaisquer sinais de stress no acesso a financiamento.

 

Alguns traders atribuem a forte subida da Eonia (Euro Overnight Index Average) a um possível aperto no acesso a financiamento por parte de alguns bancos nesta altura de final de ano, enquanto outros ligam o movimento à subida da procura relacionada com a troca de obrigações que a Grécia está a realizar.

Nas últimas horas surgiu uma nova possível explicação, também não confirmada: o Banco Nacional da Grécia teria cerca de 450 milhões de euros de liquidez em excesso esta semana, que emprestou a outros bancos gregos.

Embora a dimensão do montante seja uma boa notícia para a Grécia, as taxas a que os bancos do país podem aceder a fundos ainda são muito elevadas quando comparadas com o resto da Zona Euro, o que, aquando da transferência interbancária de fundos, poderá ter contribuído para elevar a média ponderada da Eonia.

 

Apesar de ninguém conseguir avançar com uma explicação convincente, "pode estar relacionada com uma distorção de final do mês nalgum banco", avançou o Commerzbank.


Certo é que o maior mercado interbancário da Europa assistiu a uma subida pouco habitual na taxa de juro dos empréstimos overnight (de um dia para o outro). Os dados desta sexta-feira mostram que a procura por fundos de emergência, junto do BCE, desceram 221 milhões face ao dia anterior, sugerindo que não há risco sistémico.

 

"Dá a ideia que há um banco que está a necessitar de fundos", refere um especialista do Rabobank, assinalando contudo que a explicar esta forte alta da Eonia "podem estar um conjunto de outros factores menos sinistros".

 

A taxa overnight do mercado interbancário disparou seis pontos base na quinta-feira, para -0,241%, atingindo o nível mais elevado desde Março de 2016. No dia anterior (estas taxas são fixadas uma vez por dia) já tinha disparado seis pontos base. Podem parecer alterações sem significado, mas representam oscilações de grande dimensão tendo em conta que estas taxas interbancárias, mesmo nos prazos mais longos, têm habitualmente variações diárias bem inferiores a um ponto base.  

 

A Euribor a 3 meses foi fixada na quinta-feira nos -0,329%, sem variação face à véspera e abaixo do juro que os bancos estão a cobrar entre si nos empréstimos diários.

 

A Eonia é uma taxa de juro efectiva, calculada como média ponderada de todas as operações de concessão de crédito, efectuadas no mercado interbancário do euro pelo prazo overnight, sem garantia. Já a Euribor reflecte as operações efectuadas apenas pelos maiores bancos da região.

 

"O fixing da Eonia está fora de controlo", refere uma nota do Commerzbank. "A forte subida sublinha as deficiências da actual metodologia, em particular o reduzido volume das transacções consideradas e concentração num reduzido número de reportes bancários", acrescentou.

O que é a Eonia

A taxa EONIA é a taxa de juro de referência do mercado monetário do euro para o prazo overnight. Além desta, existem taxas de referência para os prazos compreendidos entre 1 semana e 1 ano, designadas EURIBOR.

EONIA (Euro Overnight Index Average) é uma taxa de juro efectiva, calculada como média ponderada de todas as operações de concessão de crédito, efectuadas no mercado interbancário do euro pelo prazo overnight, sem garantia, iniciadas na área do euro pelos bancos contribuintes.

As contribuições diárias são fornecidas pelo painel de bancos de referência do mercado monetário do euro que contribui para as EURIBOR.

A taxa EONIA é divulgada na convenção Actual/360 dias.

A taxa é calculada com a colaboração do Banco Central Europeu, sendo a taxa fixada entre as 18h45 e as 19h00 (CET). Actualmente, é divulgada em percentagem com arredondamento às três casas decimais. O montante das operações consideradas para o cálculo da EONIA é igualmente divulgado.

Fonte: Banco de Portugal

(Notícia actualizada às 18:07 com mais informação)



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
pertinaz Há 1 semana

E HOJE, JÁ ALGUÉM COMPREENDEU...???

Anónimo Há 1 semana

E o Jornal de Negócios deixou passar em branco os 6000 despedimentos anunciados pelo Nordea da Escandinávia, esse país "socialista" defensor do sindicalismo marxista, da ditadura do proletariado, e do trabalho excedentário para a vida a qualquer custo? Aqui fica mais uma ajudinha pro bono publico... e já agora, contrartem mais e melhores freelancers disponíveis no mercado. https://www.bloomberg.com/news/articles/2017-12-01/nordea-bank-s-6-000-job-cuts-are-just-the-beginning-union-says

pub