Bolsa A sessão em que o volume da Sonae Indústria afundou

A sessão em que o volume da Sonae Indústria afundou

O primeiro dia após o reagrupamento de acções da Sonae Indústria foi marcado por volatilidade. As acções chegaram a cair perto de 4% mas também ganharam quase 5,5%. Mas isto com um volume bastante abaixo da média.
A sessão em que o volume da Sonae Indústria afundou
Paulo Duarte
Diogo Cavaleiro 31 de julho de 2017 às 17:27

Um conjunto de 1.000 acções da Sonae Indústria na passada sexta-feira representa, esta segunda-feira, um grupo de apenas quatro acções. O reagrupamento de títulos, que se concretizou no decorrer do fim-de-semana, passa obrigatoriamente por uma diminuição do volume da empresa. Mas não foi só isso que aconteceu neste último dia de Julho: mesmo descontando o efeito da operação, a troca de acções da empresa de derivados de madeira também resvalou.

 

O primeiro dia ao novo preço para a empresa, que tem em Chris Lawrie (na foto) como o responsável executivo, foi marcado por uma valorização de 1,41% para um fecho das acções a 2,25 euros. Na sexta-feira, fecharam a valer 0,89 cêntimos. Contudo, nessa sessão, não tinha ainda ocorrido o reagrupamento dos títulos, ou seja, a junção de grupos de 250 acções. Se nessa sessão já tivesse acontecido tal transacção, os títulos teriam fechado a valer 2,2188 euros.

 

Em termos de volume, foram trocadas 9.201 acções da Sonae Indústria esta segunda-feira, 31 de Julho. Para ser possível calcular a evolução do volume, é necessário ajustar os dados anteriores, como se as acções já estivessem reagrupadas nas últimas sessões. E, aqui, a média diária é 66 mil títulos, segundo os dados do terminal da Bloomberg. Na sexta-feira, por exemplo, ajustando os dados, tinham sido transaccionadas 17 mil acções.

 

Esta primeira sessão após a concretização do chamado "reverse stock split", foi marcada por uma volatilidade no preço da empresa que tem em Belmiro de Azevedo, através da Efanor, como accionista maioritário: as acções, que estiveram a deslizar 3,77%, chegaram a subir 5,46%. No fecho, o avanço foi mais tímido, 1,41%, ainda assim acima do índice PSI-20, de que a empresa não faz parte, que marcou um ganho de 0,32%.

 

Com a operação de reagrupamento de acções, a Sonae Indústria tenta aproximar-se do preço por acção das restantes cotadas da bolsa nacional, tendo em conta que, antes da transacção, negociava a uma cotação abaixo de 1 cêntimo por título. Daí que, na sexta-feira, tenha dito adeus à sua vida de "penny stock" (acções que negoceiam em cêntimos) em que ingressou com o aumento de capital do final de 2014.

 

A empresa industrial tem estado em mudanças: antes do reagrupamento das acções, a Sonae Indústria realizou uma redução de capital para cobrir prejuízos passados


(Nome do administrador delegado corrigido às 18:50) 





A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 01.08.2017

Uma acção de que fuji vendia as minhas com lucro e saltei fora porque estes esquemas servem sempre para queimar os mesmos.
A Partir de agora vai passar a ter um volume diario de penny stoks eu não volto a comprar.

pub