Telecomunicações Administração dos CTT vai ter corte salarial

Administração dos CTT vai ter corte salarial

O CEO e o "chairman" dos CTT vão ter um corte salarial de 25%. Os restantes administradores terão corte de 15%.
Administração dos CTT vai ter corte salarial
Alexandra Machado 19 de dezembro de 2017 às 17:23
A remuneração fixa de Francisco Lacerda, CEO dos CTT, e António Gomes da Mota, "chairman" da companhia postal, vai sofrer um corte de 25% em 2018. A restante administração terá um corte de 15%.

De acordo com o plano de corte de custos, os CTT estabeleceram também o não pagamento de remuneração variável para a comissão executiva em 2017 e 2018.

Quanto aos restantes trabalhadores, não haverá cortes salariais, mas também haverá limites aos aumentos que não sejam obrigatórios. Este é o plano dos CTT para reduzir custos, apresentado esta terça-feira, 19 de Dezembro. 

O plano que implica também reduzir mais postos de trabalho (800), o redesenho da rede de distribuição e a optimização da rede de lojas, inclui ainda a redução com fornecimentos e serviços externos. 

Os CTT querem com estes passos ter um impacto de até 45 milhões de euros no EBITDA recorrente.



A sua opinião14
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Anónimo 20.12.2017

Mas Lacerda tem um salário altíssimo para gerir com antecipação ou para, meramente, reagir?

Mr.Tuga 20.12.2017

MUITOS PARABENS !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Isto é gestão séria e responsável !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

O exemplo deve vir sempre, em primeiro lugar, do topo!

Anónimo 19.12.2017

E 25% é quanto em euros?

Anónimo 19.12.2017

O único corte possível seria o corte do cordão ao CTT. Rua seus incompententes e ignorantes. Vejam como outros prosperam com o comércio electronico e vocês andam a brincar com o banco postal. RaReRi Rua.

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub