Aviação Aeroporto do Porto bate recorde de dez milhões de passageiros em 2017

Aeroporto do Porto bate recorde de dez milhões de passageiros em 2017

O número de passageiros com origem ou destino no aeroporto Francisco Sá Carneiro aumentou 45% em apenas quatro anos. Várias companhias aéreas anunciaram nos últimos meses a estreia, a retoma ou o reforço de ligações.
Aeroporto do Porto bate recorde de dez milhões de passageiros em 2017
Paulo Duarte
António Larguesa 06 de dezembro de 2017 às 12:49

O aeroporto Francisco Sá Carneiro já movimentou este ano mais de dez milhões de passageiros, o que representa um novo máximo histórico para a infra-estrutura nortenha, que é administrada por Fernando Vieira.

 

Após fechar 2014 com 6,9 milhões, escalar para os oito milhões em 2015 e até aos 9,3 milhões em 2016, o aeroporto do Porto chega aos dez milhões de passageiros antes mesmo de terminar este ano. Este registo representa assim uma subida de 45% nos últimos quatro anos.

 

O novo recorde foi assinalado esta quarta-feira, 6 de Dezembro, num evento em que estiveram presentes o secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme d’Oliveira Martins, e os autarcas António Silva Tiago (Maia), Rui Moreira (Porto) e Eduardo Vítor Rodrigues (Gaia), este último enquanto novo presidente da Área Metropolitana do Porto.

 

Este era já um resultado esperado depois de, a 17 de Outubro, a Vinci Airports ter divulgado os dados referentes aos primeiros nove meses do ano, mostrando que este aeroporto registara uma subida homóloga de 16,5%, para 8,2 milhões de passageiros. Um comportamento em linha com a subida do tráfego verificada no conjunto dos aeroportos nacionais (17,7%), que no final de Setembro se aproximava dos 40,1 milhões.

 


Em termos de companhias, tomando como referência a informação divulgada no final do primeiro semestre, que fechara já acima dos cinco milhões de passageiros em voos comerciais, a Ryanair era a transportadora aérea que assumia maior protagonismo no acréscimo de passageiros que passaram pelo Sá Carneiro, seguida da TAP, da Transavia France e da EasyJet.

 

No início de Novembro, surgiu a notícia de que, a 1 de Janeiro de 2018, as taxas aeroportuárias vão aumentar 17 cêntimos no aeroporto do Porto. De acordo com o tarifário para o próximo ano, em termos percentuais, esta é a segunda maior escalada (2,19%) no país decidida pela ANA, que em Setembro de 2013 passou a fazer parte da rede VINCI Airports.

 

Mais voos e promessa de investimentos

 

Ao longo deste ano, várias companhias áreas anunciaram a estreia, a retoma ou o reforço de rotas com origem ou destino no aeroporto Francisco Sá Carneiro. Aconteceu com a Air France e a KLM, com as ligações do Porto aos hubs de Paris Charles de Gaulle e Amesterdão Schiphol; com a Royal Air Maroc, que recuperou a rota para Casablanca após seis anos de interrupção; ou com a United, que a partir de 2018 vai ter uma ligação directa entre o Porto e Nova Iorque.

 

No mês passado, também a Iberia anunciou o reforço da ligação Porto-Madrid com mais dois voos por semana e aviões com maior capacidade (A319), enquanto o director da Lufthansa para Portugal, Patrick Borg Hedley, veio à Invicta anunciar a decisão de alargar em dois meses o calendário de Verão de 2018 no Porto e em Lisboa, o que vai significar mais 27 voos por semana em relação aos verificados este ano e um aumento de capacidade de cerca de 8% nos voos de e para Frankfurt e Munique. E a Ryanair vai lançar já em Janeiro um novo serviço de voos de ligação no Sá Carneiro.

Estas novidades em termos de oferta seguiram-se ao anúncio por parte da ANA, feito a 18 de Março deste ano, de que serão realizados "fortes investimentos", próximos de 55 milhões de euros, na principal infra-estrutura aeroportuária do Noroeste da Península Ibérica, incluindo uma nova área de controlo de segurança, o aumento do número de movimentos na pista, mais pontos de check-in e também uma área de carga mais preparada para a retoma económica.

Merecedor de várias distinções ao longo dos últimos anos, uma das mais recentes foi o prémio atribuído pelo Airports Council International de melhor aeroporto da Europa na categoria de cinco a 15 milhões de passageiros e o terceiro melhor na categoria de mais de dois milhões de passageiros. Esta eleição, anunciada no primeiro trimestre de 2017, resultou de um estudo que avaliou a satisfação dos passageiros em 34 indicadores, como os serviços oferecidos pelos aeroportos, nível do atendimento, tempos de espera, cortesia dos funcionários, limpeza das instalações e conforto.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Boa Há 1 semana

Ide todos para essa província que por aqui já nem se pode circular.

Anónimo Há 1 semana

http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT87641
30 segundos da vossa atenção bastam para ajudar na regularização dos salários dos mais de 100.000 (!) portugueses a trabalhar em Angola.

pub