Aviação Aeroportos passam marca de 50 milhões de passageiros

Aeroportos passam marca de 50 milhões de passageiros

Em 2017 os aeroportos nacionais atingiram os 51,8 milhões de passageiros, mais sete milhões do que no ano anterior, dos quais quatro milhões em Lisboa. O aeroporto Humberto Delgado cresceu 18,8% para um total de 26,7 milhões de passageiros.
Aeroportos passam marca de 50 milhões de passageiros
Inês Gomes Lourenço/Correio da Manhã
Maria João Babo 19 de janeiro de 2018 às 15:45

Os 10 aeroportos nacionais geridos pela Vinci Airports, que detém a ANA, ultrapassaram em 2017 pela primeira vez a marca dos 50 milhões de passageiros. De acordo com informação do grupo francês, no conjunto do ano passado foram recebidos 51,8 milhões de passageiros, o que representa mais sete milhões do que em 2016, ou seja, mais 16,5%. Nesse ano tinha já sido anunciado um novo máximo, de 44,4 milhões de passageiros.

O aeroporto de Lisboa terminou 2017 com um total de 26,7 milhões de passageiros, o que representa um crescimento de 18,8%, ou seja, mais de quatro milhões do que um ano antes. A ANA começou o ano a estimar atingir os 25 milhões em 2017, tendo acabado por rever a estimativa em alta, apontando para os 27 milhões.

De acordo com a Vinci Airports, todos os principais aeroportos nacionais cresceram. No Porto, o aumento do número de passageiros foi de 15%, para quase 10,8 milhões. Já em Faro a subida foi de 14,4% para 8,7 milhões. Nos Açores a acréscimo atingiu os 18,7%, para 2,2 milhões, e na Madeira, o tráfego de passageiros cresceu 7,8% para 3,3 milhões.

O grupo francês adianta que no quatro trimestre do ano passado o aumento do tráfego no conjunto dos aeroportos portugueses foi de 12,5%, para um total de 11,7 milhões. Segundo a gestora aeroportuária, "o tráfego com o Brasil confirma o regresso ao crescimento, enquanto o mercado americano continua muito dinâmico graças à abertura no Verão de 2017 de muitas novas linhas, cujos efeitos são sentidos no último trimestre".

Apesar de tudo, o desempenho do final do ano ficou abaixo do registado no segundo e terceiro trimestre do ano, em que teve lugar a Páscoa e as férias de Verão. Entre Abril e Junho, foi registada uma subida, em termos homólogos, de 20,6%, contabilizando-se um total de 14,2 milhões de passageiros, e entre Julho e Setembro o acréscimo, também face ao mesmo período do ano anterior, foi de 14,7%, atingindo os 16,6 milhões de passageiros.




Saber mais e Alertas
pub