Empresas Agrikolage exporta depósitos agrícolas para a Roménia

Agrikolage exporta depósitos agrícolas para a Roménia

A Agrikolage, do empresário Ricardo Henriques, fechou dois negócios na Roménia no valor de meio milhão de euros. Fornecedora de soluções integradas de produtos para a agricultura, a empresa do ex-administrador do grupo Martifer prevê fechar o ano com 30% de exportações.
Agrikolage exporta depósitos agrícolas para a Roménia
Ricardo Henriques, CEO da Agrikolage
Rui Neves 26 de Outubro de 2016 às 16:06

Chegou ao mercado em Fevereiro passado e já prevê fechar este primeiro exercício com as exportações a valerem 30% de uma facturação estimada de dois milhões de euros. Trata-se da Agrikolage, empresa fornecedora de soluções integradas de produtos para a agricultura, em modelo "do it yourself" (faça você mesmo).

Criada por Ricardo Henriques, ex-administrador do grupo Martifer, a Agrikolage acaba de fechar dois grandes negócios na Roménia, que juntamente com a Polónia e Marrocos formam o actual trio de mercados externos da empresa.

"Vamos fornecer, no decorrer do mês de Novembro, seis unidades de depósitos em estrutura metálica, com capacidade total de nove milhões de litros, para uma das maiores empresas de produção agrícola romena, que tem em produção cerca de 70 mil hectares de terras", adiantou Ricardo Henriques ao Negócios.

"Estes equipamentos serão utilizados no armazenamento de fertilizantes líquidos, em larga escala, dada a sua fiabilidade técnica, quer a nível mecânico, quer a nível de comportamento contra agentes corrosivos", explicou o mesmo gestor.

Também neste mercado, "mas para outro cliente", a Agrikolage tem neste momento em processo de montagem cerca de três mil metros quadrados de módulos do modelo ‘Klarissa’, que permitirão a este cliente aumentar a sua capacidade de armazenagem agrícola e de equipamentos", garante o CEO da empresa portuguesa.

Henriques adiantou que estes dois negócios conquistados na Roménia deverão gerar uma facturação na ordem dos 500 mil euros.

Com sede em Vouzela, a Agrikproducts, que opera com a marca Agrikolage, nasceu virada para o exterior, prevendo atingir no ano cruzeiro, em 2018, uma facturação de 6,5 milhões de euros, com as exportações a gerarem 75% do total.

O portefólio da Agrikolage é composto, entre outros, por produtos de abrigos agrícolas, estruturas de apoio, armazenamento e distribuição de água armazenamento de cereais, vedações, soluções energéticas, estruturas de suporte e protecção de árvores e plantas, e acessórios para bovinos.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub