Indústria Aicep: "Não temos de ter medo de competir pelo mundo fora"

Aicep: "Não temos de ter medo de competir pelo mundo fora"

Pedro Ortigão Correia, administrador da Aicep, acredita que as empresas portuguesas vão conseguir ser mais competitivas quando "o mundo ficar mais caro".
Aicep: "Não temos de ter medo de competir pelo mundo fora"
Pedro Elias
Alexandra Machado 17 de Novembro de 2016 às 17:05
No último roadshow Portugal Global da Aicep (Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal), que decorreu esta quinta-feira, 17 de Novembro, em Leiria, Pedro Ortigão Correia fez o elogio ao tecido empresarial português e em particular aos empresários de Leiria.

"Gostaríamos que o país todo tivesse" um tecido empresarial de "primeiríssimo nível" como o de Leiria. Mas no conjunto das conferências feitas em 16 cidades do país, ao longo dos últimos dois anos, a Aicep verificou que existe um grande grupo de empresários "com capacidade de inovação e eficientes". O que só prova, declarou no encerramento em Leiria, que "não temos de ter medo de competir pelo mundo fora".

"Temos empresas de primeiríssima linha", concretizou.

Acredita que o caminho é continuar a crescer. E acredita que Portugal tem uma vantagem. "O mundo vai ser mais caro" e nos "países concorrenciais nós vamos ficar mais competitivos". Fala, como exemplo, da captação de investimentos como a Web Summit.

"Daqui para a frente, com um mundo mais competitivo e mais caro, seremos, em termos relativos, mais interessantes", acredita Ortigão Correia.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub