Turismo & Lazer Algarve regista descida de 1% na ocupação média por quarto em Julho

Algarve regista descida de 1% na ocupação média por quarto em Julho

A ocupação média por quarto no Algarve registou uma descida de 1% em Julho, em comparação com o período homólogo de 2016, tendo-se situado nos 86,5%, anunciou a principal associação hoteleira da região.
Algarve regista descida de 1% na ocupação média por quarto em Julho
Miguel Baltazar
Lusa 05 de agosto de 2017 às 12:55

Esta descida não afectou o volume de vendas, que "aumentou 4,5% durante o mês" passado, frisou a Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), que divulgou na sexta-feira os dados reunidos pelo seu gabinete de estudos sobre a ocupação referente a Julho de 2017.

 

O mercado emissor de turistas que mais contribuiu para estes números foi o alemão, com uma subida de 11,7%, precisou a AHETA, acrescentando que o mercado britânico registou uma descida de 12,6%, justificada pela associação hoteleira algarvia com a saída do Reino Unido da União Europeia (Brexit) e a "consequente desvalorização da libra em 15% no último ano".

 

"As estatísticas oficiais do Reino Unido confirmam uma redução no número de britânicos a viajar para o exterior (-4,6% em Maio), tendência que deverá acentuar-se no futuro próximo", alertou a mesma fonte.

 

Quanto a zonas geográficas, a AHETA registou subidas nas de Portimão/Praia da Rocha (+1,3%) e Lagos/Sagres (+1,2%), enquanto as principais descidas foram observadas em Faro/Olhão (-12,9%) e Vilamoura/Quarteira/Quinta do Lago (-10,1%).

 

"Albufeira, a principal zona turística do Algarve, registou uma ocupação semelhante à do ano anterior (+0,8%)", adiantou a AHETA, que tem sede nessa cidade algarvia.

 

A associação hoteleira concluiu os dados relativos a Julho passado destacando o aumento de 4,5% no valor do volume de vendas. "Em termos acumulados, desde o início do ano, a taxa de ocupação por quarto regista uma subida de 2,8% e o volume de negócios um crescimento acumulado de 8,6%", revelou ainda a AHETA.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub