Imobiliário Almada Forum vendido a espanhóis da Merlin

Almada Forum vendido a espanhóis da Merlin

A americana Blackstone consegue vender os quatro centros comerciais que tinha colocado no mercado. A Merlin já tem investimentos em edifícios de escritórios em Lisboa.
Almada Forum vendido a espanhóis da Merlin
Miguel Barreira
Wilson Ledo 26 de janeiro de 2018 às 10:48

Está encontrado o comprador para o Almada Forum. Os espanhóis da Merlin Properties estão em "negociações avançadas" para ficar com o centro comercial da Blackstone, avança a agência Bloomberg.

Este "shopping" está avaliado em cerca de 450 milhões de euros e fazia parte de um lote de quatro centros comerciais que o fundo norte-americano colocou à venda, prevendo um encaixe entre os 750 e os 900 milhões de euros.

A Blackstone deverá assim duplicar o valor do seu investimento, uma vez que comprou o Almada Forum em 2015 por 224 milhões.


A Immochan, ramo imobiliário do grupo Auchan, dono dos hipermercados Jumbo, ficará com os outros três - Sintra Retail Park, do Forum Sintra e Forum Montijo -, avaliados em 400 milhões de euros. O negócio foi confirmado através de uma notificação à Autoridade da Concorrência.


Faltava só encontrar dono para o Almada Forum, centro comercial com 230 lojas. Os espanhóis da Merlin não são estreantes em Portugal, onde têm investido em edifícios de escritórios em Lisboa. A sede da Novabase no Parque das Nações, o Monumental no Saldanha e uma das Torres de Lisboa foram as suas aquisições na capital.


À Bloomberg, fonte oficial do grupo recusou comentários. Em Espanha, a Merlin é já dona de de mais de uma dezena de centros comerciais. 


A transição que deverá ser fechada em Portugal implica uma avaliação de 5.709 euros por metro quadrado, acima dos 3.721 euros por metros quadrado do portefólio de centros comerciais da Merlin, pode ler-se numa nota de "research" do BPI.


A venda do Almada Forum confirma um ano recorde para o investimento em centros comerciais em Portugal, acima dos mil milhões de euros. O valor é assim superior aos cerca de 850 milhões de euros que foram transaccionados ao longo dos últimos dois anos.


Além deste portefólio que a Blackstone agora vende, a contribuir está também a venda do Dolce Vita Tejo pela Axa Investment Managers (AIM) por 230 milhões de euros. Há ainda a acrescentar a estratégia de alienação de património da Sonae Sierra: o Serra Shopping na Covilhão e o Rio Sul no Seixal estão no mercado.




A sua opinião15
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Lava mais branco Há 3 semanas

Depois dos americanos os espanhois a lavar dinheiro . . . o mesmo imóvel é alvo de branqueamento de capitais vezes sem conta

Anónimo Há 3 semanas

????? ???

[url=https://sellsee.ru]?????? ?????????? ?????????? ?????[/url]

policia/GNR, militares velhinhos 60 anosS/Corte Há 3 semanas

BUENO

Anónimo Há 3 semanas

?????? ? ???????? ?????????? ?????? ?? ?????????? ??????????????? ????????? ? ??? http://dregazoot.ru/articles/6596/

ver mais comentários
pub