Telecomunicações Altice já está a preparar venda de torres de comunicações

Altice já está a preparar venda de torres de comunicações

O grupo fundado por Patrick Drahi já terá agendadas reuniões com a Cellnex e a TDF para discutir a venda das torres de comunicações que detém em França.
Altice já está a preparar venda de torres de comunicações
Bruno Simão
Sara Ribeiro 21 de novembro de 2017 às 16:09

A Altice vai renuir-se com a Cellnex Telecom e a TDF para avaliar o interesse destas operadoras de infra-estruturas de telecomunicações em comprar as torres de comunicações que detém em França. Segundo a Blomberg, que cita uma fonte próxima do processo, o grupo fundado por Patrick Drahi já reuniu com alguns bancos para discutir o plano de venda.

A venda de activos de menor dimensão faz parte do plano apresentado recentemente pela Altice para reduzir a elevada dívida da empresa. Segundo as estimativas do RBC, as torres que o grupo detém em França e Portugal estão avaliadas entre 3 mil milhões a 4 mil milhões de euros.

Para a espanhola Cellnex e para a francesa TDF a eventual compra das torres seria uma oportunidade para expandir a sua rede de telecomunicações. Aliás, em Fevereiro a Cellnex fechou um acordo com a Bouygues para comprar 3 mil torres em França nos próximos cinco anos.

Contactada pela Bloomberg, a Altice não respondeu de imediato e a Cellnex e a TDF não comentaram as informações.

A desalavancagem da dívida e a venda de activos são agora o foco da empresa fundada por Patrick Drahi. A nova estratégia foi divulgada pelos homens-fortes do grupo na passada quarta-feira, durante a conferência da Morgan Stanley com analistas dedicada aos sectores de tecnologia, media e telecomunicações na Europa.

Como Dennis Okhuijsen, administrador financeiro e CEO da Altice para a Europa, explicou o objectivo da empresa é reduzir a dívida, deixar de ir às compras e "regressar ao básico".




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

Estes gajos parecem um bando de andorinhas: ontem a ordem era comprar tudo o que se mexia. Hoje é vender tudo o que possa dar dinheiro.
Eis um belo exemplo de uma privatização mal executada.

Anónimo Há 2 semanas

Quem não sabe o que diz não deve comentar! Ter liquidez não quer dizer que não tem dívida, muito longe disso. É óbvio que é uma empresa alavancada e terá de reduzir em parte a sua dívida no entanto, quem conhece a Altice sabe que sempre comprou baixo e vendeu alto! Sem stress o mercado ajuda.

BCP : amanhã é o dia da INDEPENDÊNCIA Há 2 semanas

AMANHÃ O MILENIUM BCP VAI FECHAR ACIMA DOS 0.27 VÊM ai NOTICIAS FRESQUINHAS o SANTANDER que engolir o MILENIUM POLACO e a seguir VAI ENGOLIR o MILENIUM BCP

É PRECISO TER LATA E POUCA VERGONHA Há 2 semanas

O judeu marroquino PATRICK DRAHI teve o desplante de afirmar uma monumental mentira : a de que a ALTICE está a nadar em liquidez, quando ... regista uma dívida líquida acumulada de 54 000 MM (CINQUENTA E QUATRO MIL MILHÕES DE EUROS) e, curiosamente, os mercados acreditaram ... pelos empréstimos.

pub