Telecomunicações Altice quer vender torres de comunicações em Portugal

Altice quer vender torres de comunicações em Portugal

O presidente executivo da Altice Europa admitiu que têm planos para vender algumas torres de comunicação em Portugal. E garante que o grupo continua "comprometido" com a compra da Media Capital.
Altice quer vender torres de comunicações em Portugal
A Altice Portugal é liderada por Alexandre da Fonseca
Miguel Baltazar
Sara Ribeiro 09 de janeiro de 2018 às 16:32

O presidente executivo da Altice Europa, Dennis Okhijsenn, confirmou que as torres de comunicações que o grupo detém em Portugal através da Meo fazem parte da lista de activos não estratégicos para venda.

Durante uma conferência telefónica com jornalistas, o responsável da Altice Europa (que substitui a Altice NV) revelou que "o portfólio de torres em Portugal" pode ser alienado, excluindo, contudo, a venda de activos estratégicos no mercado português.

Além disso, garantiu que a Altice continua "comprometida com a aquisição da Media Capital", que ainda está a ser analisada pela Autoridade da Concorrência.

A venda de activos não estratégicos faz parte do novo plano de acção da Altice para reduzir a sua elevada dívida que actualmente se encontra nos 31 mil milhões de euros, como Dennis Okhuijsen tinha revelado durante uma conferência telefónica com analistas.

Como tinha sido noticiado, o grupo fundado por Patrick Drahi já está a discutir a venda das torres de comunicações que detém em França com a Cellnex e a TDF. E em Dezembro chegou a acordo para vender as operações na Bélgica e no Luxemburgo por 400 milhões de euros.

Sobre a nova estrutura do grupo, do spin-off das operações nos EUA e na Europa, Dennis Okhijsenn referiu que possibilita "imensas oportunidades" para os mercados europeus, uma vez que vai permitir que cada uma das unidades se "centralize mais nas diferentes oportunidades de criação de valor nos seus respectivos mercados".


(Notícia actualizada às 16:57 com mais informação)




A sua opinião13
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 1 semana

O Cigano sempre foi uma figura interessante desde os seus tempos de CaboVisão mais o Armandinho qnd quiserem montar estaminé na feira da ladra integram perfeitamente no ambiente

Maria Há 1 semana

Este Lello é grande figura....

PARA Jose Há 1 semana

A PAF atacou tanto o capitalismo luso, que agora, é tudo chinês, brasileiro, francês. Acabaram os Champalimaud, os Mellos, e agora, têm os chineses e afins.

Anónimo Há 1 semana

não sabia que o Pires lima era de Esquerda, pensava que tinha sido esta a analizar a venda da PT a altice

ver mais comentários
pub