Indústria Altri vai subir preço da pasta em 2017

Altri vai subir preço da pasta em 2017

A brasileira Fibria anunciou um aumento do preço da pasta em 30 dólares por tonelada a partir de Janeiro de 2017, um movimento que a Altri vai acompanhar.
Altri vai subir preço da pasta em 2017
Miguel Baltazar
Negócios 02 de dezembro de 2016 às 11:40

A Altri vai subir o preço da pasta branqueada de eucalipto (BEKP) a partir do início do próximo ano, acompanhando a decisão já anunciada pela brasileira Fibria, disse ao Negócios fonte oficial da empresa portuguesa.

A Fibria anunciou um aumento de 30 dólares por tonelada para a Europa a partir de Janeiro de 2017, passando a pasta a valer 680 dólares por tonelada. A companhia portuguesa "vai acompanhar esta subida de preços", referiu fonte oficial da Altri.

Também a espanhola Ence seguiu o exemplo da brasileira e informou que os preços para a Europa serão elevados para 675 dólares por tonelada de Janeiro em diante.

"Este aumento de preços da pasta não surpreende depois de notícias recentes por parte da Fibria de que os preços da pasta devem subir pelo menos uma vez na Europa em 2017, ao mesmo tempo que assistimos a aumentos de preços na Ásia (20 dólares por tonelada em Outubro e mais 20 dólares em Dezembro)", refere o Haitong numa nota de análise.

Ainda assim, acrescenta o banco de investimento, o início da alta dos preços "deve ser visto como uma boa notícia para os produtores ibéricos de pasta, já que deve sinalizar que os preços atingiram o ponto mais baixo".

O Haitong mantém-se "cauteloso" em relação à indústria, já que a recente subida do dólar não deverá traduzir-se em estimativas mais elevadas.

A Altri, co-liderada por Paulo Fernandes (presidente da Cofina, que detém o Negócios), obtém 85% das suas receitas com a venda de pasta BEKP. O Haitong avalia as acções da empresa em 3,50 euros, com uma recomendação de "reduzir".

Os títulos da Altri estão a descer 1,74% para 3,615 euros. 




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 02.12.2016

Noticia de 24/11/2016:
"Actualizámos a Altri e Ence de ‘neutral’ para ‘comprar’ devido ao fortalecimento do dólar e aos sinais de que os preços da pasta de papel possam ter atingido os mínimos", afirma Nuno Estácio, analista do Haitong na nota a que o Negócios teve acesso. "Para a Navigator mantemos [a recomendação de] comprar e aumentámos o preço-alvo em 11% para 4,20 euros", adianta.

Na verdade, o banco de investimento elevou a avaliação das três cotadas. Além da subida da Navigator, ex-Portucel, o Haitong elevou em 33% o preço-alvo da Altri, para 4,00 euros, e em 13% o da Ence, para 2,70 euros.
PARECE QUE O JN ANDA A DORMIR, OU ENTÃO NÃO SEI...

comentários mais recentes
RFPB 02.12.2016

Eco.pt

investidor 02.12.2016

ISTO E ESPECULACAO, EU NAO ACREDITO NADA NA HAITONG ISTO E CRIAR CONFUSAO,, MANTENHO AS MINHAS ACOES NA NAVIGATOR E SO VENDO A 4.65 EUROS DE RESTO RECEBO DIVIDENDOS,

Anónimo 02.12.2016

Tem de existir mão pesada para estes "brincalhões"... NÃO pode valer tudo!!!

Anónimo 02.12.2016

Noticia de 24/11/2016:
"Actualizámos a Altri e Ence de ‘neutral’ para ‘comprar’ devido ao fortalecimento do dólar e aos sinais de que os preços da pasta de papel possam ter atingido os mínimos", afirma Nuno Estácio, analista do Haitong na nota a que o Negócios teve acesso. "Para a Navigator mantemos [a recomendação de] comprar e aumentámos o preço-alvo em 11% para 4,20 euros", adianta.

Na verdade, o banco de investimento elevou a avaliação das três cotadas. Além da subida da Navigator, ex-Portucel, o Haitong elevou em 33% o preço-alvo da Altri, para 4,00 euros, e em 13% o da Ence, para 2,70 euros.
PARECE QUE O JN ANDA A DORMIR, OU ENTÃO NÃO SEI...

Resposta de Anónimoa Anónimo 02.12.2016

ISTO É PALHAÇADA OU BRINCADEIRA DE MUITO MAU GOSTO POR PARTE DO HAIXONG OU JN?

Resposta de snpja Anónimo 02.12.2016

No mínimo o JN deveria retratar-se e fazer nota de esclarecimento.

pub