Turismo & Lazer Ana Mendes Godinho: “A competitividade aérea é essencial para Portugal”

Ana Mendes Godinho: “A competitividade aérea é essencial para Portugal”

A secretária de Estado do Turismo espera que Portugal possa atingir, já em 2017, a meta dos 20 milhões de hóspedes na hotelaria. A expansão da capacidade aeroportuária e das rotas existentes são caminhos para esse objectivo.
Ana Mendes Godinho: “A competitividade aérea é essencial para Portugal”
Miguel Baltazar/Negócios
Wilson Ledo 15 de fevereiro de 2017 às 17:48

A secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, defendeu esta quarta-feira, 15 de Fevereiro, que "a nossa competitividade aérea é essencial para o destino Portugal".

Em conversa com o Negócios, a responsável explicou que a expansão do aeroporto de Lisboa, com uma nova pista no Montijo – cujo memorando foi assinado esta quarta-feira – é um passo importante para que o país tenha capacidade de receber mais pessoas.


O Instituto Nacional de Estatística revelou que, em 2016, Portugal recebeu 19,1 milhões de hóspedes, uma subida de 9,8%. Também as dormidas aumentaram 9,6% para os 53,5 milhões.


Para Ana Mendes Godinho, este é um "resultado histórico", uma vez que foi ultrapassada, pela primeira vez, a fasquia dos 19 milhões de hóspedes na hotelaria nacional. "Agora, para 2017, temos a fasquia dos 20 milhões", traçou.


Face ao ano passado, Portugal registou mais 4,7 milhões de dormidas. "Destas, três milhões foram fora da época baixa. 64% do crescimento das dormidas foi feito fora da época alta", destacou para dar conta da estratégia de combate à sazonalidade.


O sector viu ainda os seus proveitos aumentar 17% acima de 2015, para os 2.900 milhões de euros. "Estamos a crescer mais em termos de valor do que em número de turistas. Estamos a conseguir que quem nos venha visitar esteja disposto a pagar mais", reforçou.


O "foco" para 2017 está "muito na diversificação de mercados" como Estados Unidos da América, Canadá, Polónia, França ou Brasil, apoiada nas 54 novas rotas que Portugal conseguiu captar para este ano. Na lista, Ana Mendes Godinho destaca a primeira ligação aérea para a China a arrancar no Verão.

 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub