Telecomunicações Anacom: Guerra por conteúdos de media “ainda não é uma das nossas preocupações”

Anacom: Guerra por conteúdos de media “ainda não é uma das nossas preocupações”

A presidente da Anacom sublinhou que a compra de grupos de media por parte das empresas de telecomunicações é uma tendência a nível global.
Anacom: Guerra por conteúdos de media “ainda não é uma das nossas preocupações”
Bruno Colaço/CM
Sara Ribeiro 12 de dezembro de 2016 às 17:07

Nos últimos anos tem havido várias movimentações de fusões de empresas de media e de telecomunicações. "É uma tendência" a nível global, explicou Fátima Barros, presidente da Anacom, dando como exemplo o recente anúncio da compra da Time Warner pela AT&T.

Questionada sobre se este cenário estava em estudo em Portugal, tendo em conta as recentes notícias da eventual compra da TVI pela Altice, a responsável do regulador do sector de telecomunicações respondeu que não fazia "a mínima ideia".

"Lemos nos jornais", apontou Fátima Barros, referindo-se às notícias que davam conta do eventual interesse da dona da Meo em comprar a Media Capital. "Ainda não é uma das nossas preocupações", acrescentou.

Caso este negócio avance, ou um semelhante, a "Anacom teria que dar um parecer. Mas a decisão final seria da Autoridade da Concorrência", explicou a responsável.

Depois de o Expresso ter noticiado que a Altice teria retomado as negociações com a Prisa para comprar a TVI, o presidente executivo da Nos, Miguel Almeida, disse, em entrevista ao mesmo jornal, que caso este negócio avançasse e "os reguladores não fizerem nada haverá guerra".

Uma afirmação que, para a Haitong, abre a porta a uma eventual compra da Impresa pela operadora liderada por Miguel Almeida.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Poli 12.12.2016

Estes Srs. servem para quê ao certo? Está preocupada com o conteúdo do Botox?

pub
pub
pub
pub