Tecnologias Apple investe 800 milhões de euros em centro de dados na China

Apple investe 800 milhões de euros em centro de dados na China

A Apple anunciou hoje que vai investir 800 milhões de euros na construção de um centro de dados na China, que permitirá gerir os serviços de armazenamento iCloud sem infringir as normas deste país.
Apple investe 800 milhões de euros em centro de dados na China
Reuters
Lusa 04 de fevereiro de 2018 às 10:58

O centro de dados começará a ser construído ainda em fevereiro na província de Guizhou e deverá entrar em fucionamento em 2020.

 

Será administrado pela empresa Guizhou-Cloud Big Data Industry (GCBD), propriedade do Governo chinês, o que está a levantar dúvidas sobre a segurança das contas iCloud, que armazenam informações pessoais transferidas de iPhones, iPads e computadores.

 

O gigante tecnológico americano avançou para aconstrução do centro para cumprir a legislação da China que exige que os provedores de armazenamento de dados mantenham a informação dos clientes do país em computadores localizados em território chinês.

 

O centro de dados de Ghizou armazenará fotos, vídeos e documentos de contas iCloud de clientes Apple que moram na China, mesmo que eles se ausentem do país em viagem.

Os dados de clientes de fora da China continuarão a ser armazenados nos Estados Unidos e no centro de dados da Dinamarca.

 

Enquanto o centro de Ghizou está em construção, a Apple alugará os serviços dos três maiores operadores de telecomunicações do país, de forma a cumprir todos os requisitos legais para operar na China.