Energia APREN: "A secretaria de Estado da Energia está refém do Bloco de Esquerda"

APREN: "A secretaria de Estado da Energia está refém do Bloco de Esquerda"

O presidente da Associação de Energias Renováveis (APREN) lançou duras críticas ao secretário de Estado da Energia.
APREN: "A secretaria de Estado da Energia está refém do Bloco de Esquerda"
Bruno Simão/Negócios
André Cabrita-Mendes 25 de outubro de 2017 às 18:11

São palavras duras de António Sá da Costa para com Jorge Seguro Sanches (na foto). O presidente da APREN criticou duramente a atitude do governante para com o sector de produção de energia renovável em Portugal. 

 

No espaço de 24 horas foi também o segundo líder do sector energético a dizer que a secretaria de Estado da Energia é controlada pelo Bloco de Esquerda, depois do presidente da Endesa Portugal.

 

Durante o discurso de encerramento do congresso anual da APREN, António Sá da Costa começou por contar que tinha convidado em Julho o secretário de Estado da Energia a estar presente no evento.

 

Mas no final de Agosto, Seguro Sanches respondeu que não podia estar presente porque tinha uma reunião na Comissão Europeia com os seus homólogos europeus precisamente no dia 25 de Outubro.

 

Mas Sá da Costa descobriu que, afinal, a reunião em Bruxelas era no dia 24 de Outubro, e que era um encontro informal e não de alto nível.  "A mentira tem perna curta", disse Sá da Costa.

 

Para piorar a tensão entre o governante e o líder das renováveis em Portugal, o secretário de Estado da Energia convocou recentemente uma reunião com técnicos da DGEG que estavam presentes no congresso da APREN para o mesmo dia do congresso da APREN, que já está marcado há meses.

 

"Agora convocar uma reunião na DGEG para hoje à tarde por forma a retirar técnicos que estavam aqui na sala para ir conversarem com o secretário de Estado precisamente hoje. Isto não é feito sem interesse. E quem não se sente não é filho de boa gente".

 

"O secretário de Estado não está a tomar uma atitude séria. Ele está focado em tornar o nosso sector em inimigo", afirmou.

 

Sá da Costa relembrou as palavras do presidente da Endesa Portugal, Nuno Ribeiro da Silva proferidas 24 horas antes, com as quais disse concordar também.

  

"A secretaria de Estado da Energia está refém do Bloco de Esquerda", disparou o líder das renováveis.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub