Energia APREN duvida que novas centrais saiam do papel
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

APREN duvida que novas centrais saiam do papel

A associação que representa 90% dos produtores de renováveis duvida que estas centrais solares venham a ser construídas por não terem uma receita previsível, pois estão em regime de mercado.
APREN duvida que novas centrais saiam do papel
André Cabrita-Mendes 25 de maio de 2017 às 00:01

A Associação Portuguesa de Energias Renováveis (APREN) tem vindo a pedir ao Governo que realize um leilão para atribuir uma tarifa fixa durante um determinado prazo para as novas centrais solares. O presidente da APREN,

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais

A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
João Pinto Há 1 dia

Está enganado, JMPinto.
A electricidade para o consumidor vai baixar qd acabar o monopólio do lado da produção, as tarifas subsidiadas e as garantias de venda da energia. As velhas eólicas ou encerram, o que ninguém acredita, ou vendem aos preços do mercado. E as tarifas baixam. Elementar.

JMPinto Há 1 dia

NirSur ataca a APREN. Porquê?, se em Espanha foi fechado um leilão ex-ante esta semana a 43Eur/MWh. Em França foi lançado um concurso para eólica de 15000MW e de 2000MW de solar para 10 anos. É este o caminho de concorrência saudável que defendemos porque embaratece a energia final, e não o que NirSur defende.

NirSup Há 2 dias

A APREN, que é a correia de transmissão da EDP e dos sus interesses obscuros, ainda não acordou para a realidade. Andou estes anos todos a tomar soporíferos à base de «bondade e ingenuidade do governo» e custa-lhe acordar para a realidade.
Acordem para a realidade! A realidade não é o capitalismo corporativo e das benesses mas da dura concorrência. Adaptem-se às regras do mercado, porra!

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub