Tecnologias Ataque informático expõe mais de 400 milhões de contas em sites para adultos  

Ataque informático expõe mais de 400 milhões de contas em sites para adultos  

Mais de 400 milhões de contas da Internet na rede de 'sites' para adultos e pornografia Friend Finder Network foram expostas por um "pirata" informático em Outubro, segundo a Leaked Source.
Ataque informático expõe mais de 400 milhões de contas em sites para adultos  
Kiyoshi Ota/Bloomberg
Lusa 14 de Novembro de 2016 às 17:13

De acordo com a Leaked Source, uma empresa que investiga incidentes de pirataria na Internet, o ataque sofrido pela Friend Finder Network constitui a maior violação de dados na Net alguma vez registada, afectando 339 milhões de contas do seu site AdultFriendFinder.com, definido por esta companhia como a "maior comunidade de sexo e libertinagem do mundo"

 

Para além dos sites para adultos, o ataque afectou outros domínios da Friend Finder Network, entre eles 62 milhões de contas da Cams.com e sete milhões de contas da Penthouse.com.

 

Foi ainda detectado o roubo de informação de mais de 15 milhões de contas "desactivadas" que não tinham sido eliminadas da base de dados da empresa.

 

A Leaked Source considera ter sido este o maior ataque alguma vez registado em quantidade de dados roubados, muito maior do que sofreu a rede social MySpace em 2013, em que 360 milhões de contas foram afectadas.

 

A Friend Finder Network, com sede na Califónia, Estados Unidos, tinha já sofrido um ataque no ano passado, que expôs informação de quase 4 milhões de contas, incluindo dados sobre preferências sexuais ou se o utilizador procurava uma relação extraconjugal. 

 

Numa declaração enviada à ZDNet, um portal de comunicação social especializado em tecnologia, a Friend Finder Network não confirmou o ataque revelado pela Leaked Source, mas admitiu "vulnerabilidades" de segurança. 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub