Empresas Atlantia lança OPA sobre a Abertis: 16,3 mil milhões de euros

Atlantia lança OPA sobre a Abertis: 16,3 mil milhões de euros

Está próximo da Europa ter uma gigante a operar auto-estradas. A italiana Atlantia oficializou a oferta de compra sobre a espanhola Abertis. Oferece 16,34 mil milhões de euros e dará origem a uma cotada avaliada em 36 mil milhões.
Atlantia lança OPA sobre a Abertis: 16,3 mil milhões de euros
Bruno Simão
Sara Antunes 15 de maio de 2017 às 08:59

A italiana Atlantia avançou com uma oferta pública de aquisição (OPA) sobre a espanhola Abertis, tal como já tinha sido noticiado.

Os dados da operação foram assim conhecidos. A empresa liderada pela família Benetton oferece 16,50 euros por cada acção da Abertis, revelam as empresas em comunicado emitido para o regulador espanhol. O El País adianta que a Atlantia tinha oferecido inicialmente 16 euros por acção mas a Criteria, a maior accionista da Abertis, exigiu 17 euros.

 

Este valor está pouco acima do actual valor das acções da espanhola, mas a novidade é o preço oferecido, já que já se sabia que as empresas poderiam avançar com uma fusão amigável. O que já tinha provocado a subida das acções da Abertis, que desde o início do ano estão a acumular um ganho superior a 23%.

A Atlantia tenta assim comprar a totalidade da Abertis, o que corresponde a uma oferta de 16,34 mil milhões de euros.

 

A fusão das duas empresas dará origem a uma gigante, avaliada em bolsa em 36 mil milhões de euros, adianta o El País.

 

A fusão destas duas empresas resultará num operador mundial de infra-estruturas com raízes em Espanha e em Itália e braços no continente europeu, na América Latina e Índia, capaz de facturar 10.000 milhões de euros por ano.

As acções da Abertis caem 0,27% para 16,405 euros. Já os títulos da Atlantia sobem 2,93% para 24,92 euros. 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
Saber mais e Alertas
pub