Transportes Autocarro eléctrico português chega ao Canadá

Autocarro eléctrico português chega ao Canadá

O E.Cobus entrou ao serviço este mês de Julho no aeroporto de Vancouver. É o primeiro de 18 que lá vão chegar até 2020.
Autocarro eléctrico português chega ao Canadá
Wilson Ledo 14 de julho de 2017 às 13:46

Chama-se E.Cobus e acaba de chegar ao aeroporto de Vancouver, no Canadá. O primeiro autocarro eléctrico português estreou-se na América do Norte.

Desenvolvido pela Salvador Caetano Indústria e pela Siemens, é o primeiro de 18 autocarros que entrarão ao serviço em Vancouver até 2020.


Em comunicado, a Salvador Caetano assegura que esta é a "primeira incursão portuguesa na área da mobilidade eléctrica para o serviço de aeroporto na América do Norte".


O autocarro, com capacidade para 112 passageiros, pode atingir uma velocidade máxima de 50 quilómetros por hora. A sua autonomia pode chegar aos 60 quilómetros.


O E.Cobus foi apresentado em 2013 na Alemanha, culminando um projecto de 20 meses e um investimento de um milhão de euros.




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
bucks 14.07.2017

E a Carris a cair de podre... Entende-se?

eduardo santos 14.07.2017

No meu entender alguém esta a patinar nesta da mobilidade.-------------------Grande passo seria a energia do hidrogénio.------------------------Como fazer hidrogénio precisa de eletricidade, nos tempos que correm seria fácil produzir enormes quantidades durante a noite para consumir durante o dia no trabalho diário .------------------------mas o certo é que ninguém fala nisto .

Camponio da beira 14.07.2017

Um dos piores inimigos das baterias são as baixas temperaturas...não sei não!!!

pub
pub
pub
pub